Pular para o conteúdo principal

Quatro alunos no palco lendo em frente a dezenas de outros alunos e professores

Escolas desenvolvem projetos com foco no Programa Leituras em Conexão

09/11/2018 | 16:41 | atualizado em 09/11/2018 | 16:48
Despertar o talento das crianças e adolescentes para a escrita, a leitura, a contação de histórias, a poesia, a música e o teatro, interligados com o aprendizado da cultura nacional, além de trabalhar a Língua Portuguesa e o contexto histórico, enfatiza termos psicológicos, como a quebra de timidez, maior empatia com a diversidade e a solidariedade com o próximo. Com esses objetivos, as escolas da Regional Noroeste têm desenvolvido importantes projetos alinhados ao Programa Leituras em Conexão, da Secretaria Municipal de Educação.

A Escola Municipal Monsenhor Artur de Oliveira (rua Fornaciari, 157, bairro Caiçaras), promoveu um concurso de produção de textos, com foco na Campanha do Agasalho, promovida pela instituição para o inverno/2018. Os alunos abordaram a importância de se preocupar com a dificuldade dos outros, buscando sensibilizar os colegas para a necessidade de serem solidários. Além da produção de textos, eles realizaram ações estratégicas para a divulgação da Campanha do Agasalho dentro da escola, como produção de cartazes, comunicados nas salas de aula, criação de slogans. Durante um evento de premiação das melhores redações, os estudantes iniciaram a arrecadação de agasalhos, cobertores, toalhas, sapatos, meias, luvas, cachecóis, peças de roupa de bebês e adultos, entre outros materiais, que foram doados para instituições de caridade e assistência social. 

“Nós vamos levar isso para a vida. Esse projeto é de grande importância para entender a relevância de se interessar pelo outro, ainda mais nas condições que se encontram as pessoas mais necessitadas”, conta Agatha Caroline, aluna do 8°ano. “Nossa sala gostou bastante do projeto. Lá em casa eu pedi todos os meus tios para ajudarem com blusas de frio para doar, pois temos que pensar no próximo”, disse Isadora Carneiro, 13 anos.

De acordo com a professora de Língua Portuguesa, Vivian Paula, a escola sempre se preocupa em desenvolver projetos que fixem a atenção dos estudantes e potencializem o seu aprendizado. “Utilizando o Programa Leituras em Conexão, da Secretaria Municipal de Educação, as atividades buscam promover questões relacionadas ao dia a dia que envolva a sociedade e o cotidiano dos alunos como pano de fundo. Trabalhar temas habituais à vida dos jovens, auxilia e fortalece a capacidade de aprender”, afirma ela.

Já a Escola Municipal Dom Bosco (rua Bicuíba, 100), realiza o Sarau Literário, que abrange as turmas do 6º ao 9º ano. No projeto, os alunos escrevem e recitam poesias, contam histórias, cantam e desenvolvem novos arranjos de instrumentos e voz e executam apresentações teatrais. Os temas são diversos e normalmente falam da vivência dos jovens e dos assuntos abordados em sala de aula.

Segundo a professora de Língua Portuguesa, Rutineia Alves, foram elaboradas oficinas de produção de textos, de poemas, e de músicas, e as salas de aula foram divididas em pequenos grupos para declamação. “Este projeto é uma forma de desenvolver o estudo e a vocação na área cultural das crianças”, explica Rutineia. 
“O sarau ajuda bastante os alunos, principalmente para perder a timidez. Na minha opinião, o aprendizado vai além das aulas. Poder utilizar o espaço da escola para demonstrar o talento, reflete na educação como forma de aprimorar o estudo”, falou Júlia Isabelle, de 14 anos.

"Através dos projetos interligados com o Programa Leituras em Conexão, é possível colher diversos conhecimentos. Implica na mobilização da biblioteca, da Escola Integrada e outras ferramentas da educação. Os alunos leem muito e é um momento de felicidade para todos. Cada vez mais eles querem participar e contribuir”, enfatizou Vera Lúcia Dutra, professora de História e apoio pedagógico.
 

Leituras em Conexão

Lançado em maio de 2017, o Programa Leituras em Conexão foi desenvolvido com o objetivo de difundir projetos e ações de leitura e escrita nas escolas municipais e instituições parceiras. O Programa busca fortalecer atividades já existentes, além de incentivar a criação de outras práticas ao longo de toda trajetória estudantil, do Ensino Infantil à Educação de Jovens e Adultos (EJA).

 

09/11/2018. Escolas da Regional Noroeste desenvolvem projetos com foco no Programa Leituras em Conexão. Fotos: Camila Rodrigues/PBH


Últimas Notícias

Mão segurando um celular com a tela do novo Portal de Serviços da Prefeitura PBH disponibiliza serviço de Identificação de Condutor Infrator pela internet

O serviço possibilita ao munícipe indicar o motorista que estava conduzindo o seu veículo no momento da infração.

21/05/2020 | 09:59
Curso online de informática Prefeitura oferece cursos on-line de Informática

Professores e coordenadores têm preparado aulas que tratam desde funções básicas até o conhecimento mais específico do computador. 

20/05/2020 | 16:26