Pular para o conteúdo principal

Coluna Literária celebra a Escola Livre de Artes Arena da Cultura
Arte/PBH

Coluna Literária celebra a Escola Livre de Artes Arena da Cultura

criado em 30/09/2022 - atualizado em 30/09/2022 | 14:41


A Prefeitura de Belo Horizonte lança nesta sexta-feira (30) uma edição especial da Coluna Literária celebrando o lançamento do livro “Escola Livre de Artes Arena da Cultura”, resultante do I Prêmio Internacional CGLU - Cidade do México - Cultura 21, vencido pela cidade de Belo Horizonte. A Coluna também apresenta a Biblioteca da Escola Livre de Artes (BELA), que conta com um acervo qualificado de livros sobre Artes, Cultura Popular e Cultura da Infância. O perfil literário apresenta a biografia do ator e dramaturgo Marcos Vogel (1950-2013), que foi coordenador da área de artes cênicas da ELA-Arena. A Coluna Literária, uma iniciativa da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação Municipal de Cultura, traz dicas que visam incentivar a leitura e pode ser conferida na íntegra no blog do Portal Belo Horizonte.

Essa edição especial da Coluna Literária traz duas resenhas. A primeira obra resenhada é do livro “Escola Livre de Artes Arena da Cultura”, que aborda as áreas artísticas em que a Escola atua, as diretrizes de descentralização cultural e a importância da iniciativa na formação, democratização do acesso e promoção dos Direitos Culturais, bem como aspectos históricos desta política continuada com mais de duas décadas de existência. Já o livro “A Dança”, de Klauss Viana, vem sendo utilizado como referência bibliográfica para estudantes, por meio da coordenação de dança, atravessando outras áreas de atuação da ELA-Arena por abordar conteúdos transversais a variadas linguagens artísticas. 

O Perfil literário apresenta um pouco da história do ator e dramaturgo Marcos Voguel (1950-2013).  Além da grande importância na cena cultural de Belo Horizonte, Vogel teve relevante papel para a consolidação do Arena da Cultura como uma política pública. Após falecimento dele, em 2013, o acervo literário pessoal de Marcos foi doado à Fundação Municipal de Cultura, catalisando a discussão em torno da criação de uma biblioteca pública da ELA-Arena. 

O acervo da Biblioteca da Escola Livre de Artes Arena da Cultura (BELA) é composto por obras literárias e de temática artística e cultural, distribuídas de maneira descentralizada em toda a rede de bibliotecas. Os títulos são disponibilizados para empréstimo em qualquer uma das 22 bibliotecas, para o público em geral, cidadãos e cidadãs de Belo Horizonte, sendo incluídos estudantes, professores e funcionários da PBH. 

Sobre o prêmio

A Prefeitura de Belo Horizonte venceu, com o projeto da Escola Livre de Artes Arena da Cultura, a primeira edição do “Prêmio Internacional CGLU - Cidade do México - Cultura 21”. A iniciativa reconhece uma cidade, governo local ou regional cuja política cultural contribuiu significativamente para relacionar os valores da cultura (patrimônio, diversidade, criatividade e transmissão de conhecimentos) com a governança democrática, a participação cidadã e o desenvolvimento sustentável. 

As bases do prêmio são exigentes e reconhecem uma política, um programa ou um projeto original, que inclua explicitamente os princípios da Agenda 21 da cultura, e que esteja em execução há pelo menos dois anos. As candidaturas precisam comprovar evidências do impacto e do sucesso alcançado, podendo ser apresentadas pela instância governamental local ou regional. A cidade vencedora do prêmio recebe a quantia de 50 mil euros, os quais são utilizados para a promoção internacional do projeto (publicação de um livro, participação em fóruns, visibilidade internacional) e para reforçar a implementação local da Agenda 21 da Cultura.

Serviço

Coluna Literária – Edição Especial
Tema: Arena da Cultura: espaço aberto para criação e formação
Blog do Portal Belo Horizonte