Pular para o conteúdo principal

VIce-Prefeito Paulo Lamac com a equipe do Centro de Referência da Juventude
Foto: Divulgação

Centro de Referência da Juventude será liderado por jovens

22/06/2017 | 10:13 | atualizado em 23/06/2017 | 08:17

O dia 20 de junho de 2017 representou uma conquista histórica para a juventude belo-horizontina e da região metropolitana. A data marcou a criação e posse do Comitê Gestor do Centro de Referência da Juventude (CRJ), que deverá ser executado em cogestão com os próprios jovens e movimentos sociais representantes do público-alvo do Centro. A unidade, localizada na Rua Guaicurus, ao lado da Praça da Estação, é destinada à promoção de iniciativas de cultura, lazer, esporte, educação, formação profissional, empreendedorismo, dentre outras, voltadas prioritariamente para a faixa etária entre 15 e 29 anos.
 

Há um ano o prédio foi ocupado pelas juventudes que reivindicavam a construção participativa, coletiva e compartilhada das diretrizes e ações do Centro. De acordo com Samira Ávila, coordenadora do equipamento, os jovens ocuparam o CRJ em busca de um diálogo que acreditavam não estar acontecendo. Por isso, a participação desse público na condução do trabalho será fundamental para uma gestão transparente e participativa. “Estamos vendo o CRJ nascendo a muitas mãos, olhos e afeto. Esperamos que seja uma referência para as políticas para a juventude, um espaço de emancipação, de trocas e reflexões. Um espaço construído não para os jovens, mas com os jovens”, defende.
 

No mesmo sentido, o Vice-Prefeito e Secretário de Governo Paulo Lamac endossou a ideia de um diálogo aberto com a juventude na condução do CRJ. “Estamos inaugurando um modelo de gestão inovador que deverá beneficiar as juventudes de BH e região metropolitana. É um desejo da administração municipal construir com as juventudes o que é melhor para ela. Afinal, quem mais entende de juventude são os próprios jovens”, ressaltou Lamac.
 

Na oportunidade, Roneisson Lisboa, representante do Instituto Tucum e participante do comitê gestor enquanto sociedade civil, falou da expectativa dos movimentos sociais em relação ao novo desafio. “Teremos aqui a oportunidade de estudar, falar, brigar, dançar, mandar um reto e ressignificar este espaço. É um momento de caminhar e acreditar que um mundo melhor é possível”.
 

O Comitê Gestor do CRJ já teve sua nomeação publicada no Diário Oficial do Município – DOM, no dia 10 de maio. Ele é composto por dois representantes do Executivo Municipal, dois do Executivo Estadual, três representantes de entidades e coletivos ligados às juventudes da sociedade civil, um do Conselho Municipal da Juventude e um do Conselho Estadual da Juventude.


Em funcionamento desde 2016, o CRJ conta com instalações arejadas e bem iluminadas que abrigam duas galerias de arte, três salas multiuso, uma sala de arte com piso amortecedor, estúdio acústico, arena com capacidade para 150 pessoas, auditório climatizado para 230 pessoas, além de cozinha e refeitório. O espaço abriga ainda a Biblioteca Pública Infantil e Juvenil de BH, da Fundação Municipal de Cultura. O prédio foi construído a partir de uma parceria da Prefeitura de Belo Horizonte com o Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude, e é o primeiro equipamento público direcionado especificamente para os jovens.

Equipe do Centro de Referência da Juventude
Equipe do Centro de Referência da Juventude
Assinatura do termo de posse do Comitê Gestor do Centro de Referência da Juventude
Assinatura do termo de posse do Comitê Gestor do Centro de Referência da Juventude
Apresentação de dança na solenidade de posse do Comitê Gestor do Centro de Referência da Juventude
Apresentação de dança na solenidade de posse do Comitê Gestor do Centro de Referência da Juventude
VIce-Prefeito Paulo Lamac com a equipe do Centro de Referência da Juventude
VIce-Prefeito Paulo Lamac com a equipe do Centro de Referência da Juventude