Pular para o conteúdo principal

Índice de Qualidade de Vida Urbana (IQVU-BH)

atualizado em 01/02/2019 | 17:14

A seguir é possível consultar os dados do IQVU, segundo a série metodológica (Nova Série ou Série Histórica), ano de referência dos dados e indicador de referência. Após a seleção, pode-se comparar os valores do indicador selecionado por Regional Administrativa (Gráfico de Radar), por UP (no mapa ao lado) e por meio da lista localizada no painel de indicadores. 

 

 

O que é o IQVU?

O Índice de Qualidade de Vida Urbana de Belo Horizonte (IQVU-BH) é um índice composto por diversas variáveis - como, por exemplo, infraestrutura urbana, segurança e educação - que buscam quantificar a disponibilidade de bens e serviços públicos e privados na cidade. O IQVU é calculado para as 80 Unidades de Planejamento (UPs) existentes em Belo Horizonte. Seu cálculo permite a delimitação de áreas prioritárias para os investimentos públicos e a melhor compreensão da distribuição dos bens e serviços públicos e privados entre as regiões da cidade.

A construção da metodologia do IQVU-BH iniciou-se em 1994 mediante uma parceria entre a PBH e a PUC Minas. Seu primeiro cálculo foi concluído em 1996, dando origem a uma Série Histórica, atualmente com resultados apurados referentes aos anos de 1994, 2000, 2006, 2010, 2012, 2014 e 2016. Na Série Histórica foram consideradas nove variáveis, resultantes da agregação de 33 indicadores, às quais se atribui um peso. Em 2006 foram incluídas algumas modificações na composição temática do IQVU, iniciando o que se denomina Nova Série (2006, 2010, 2012, 2014 e 2016). A Nova Série passou a ser composta por dez variáveis e 36 indicadores. Em ambas as séries, as variáveis são agrupadas, gerando o valor final do índice, que varia entre 0 e 1, sendo 1 o valor “ideal”, isto é, de pleno acesso aos bens e serviços públicos e privados.

Toda a metodologia de cálculo do IQVU-BH é apresentada, de forma detalhada, no Relatório Geral sobre o Cálculo do Índice de Qualidade de Vida Urbana de Belo Horizonte para 2016. O Portal de Dados Abertos da PBH disponibiliza, também, a Base de dados do IQVU em formato aberto para todos os anos da Série Histórica.