Pular para o conteúdo principal

Grupo de cinco voluntários internacionais da PBH em frente ao painel de Portinari na Igreja de São Francisco, na Pampulha.
Foto: Larissa Naback/PBH

Voluntários internacionais visitam Conjunto da Pampulha

13/07/2017 | 18:37 | atualizado em 17/07/2017 | 08:09

Estudantes e pesquisadores estrangeiros que participam da 12 ª edição do Programa Municipal de Voluntariado Internacional  (PMVI) conheceram o Conjunto Moderno da Pampulha no dia 28 de julho, durante a segunda visita técnica programada para o semestre. O conjunto formado pelo Museu de Arte da Pampulha, Casa do Baile, Iate Clube e Igreja de São Francisco de Assis foi declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO em 2016. Também fez parte do roteiro a Casa Kubitschek, que foi residência de lazer do prefeito Juscelino Kubitscheck e faz parte da história da Pampulha.
 

O PMVI é desenvolvido pela Secretaria Municipal Adjunta de Relações Internacionais (SMARI), que organiza duas visitas técnicas a cada edição do programa. A finalidade destas visitas é possibilitar aos voluntários o conhecimento presencial das políticas públicas protagonizadas pela Prefeitura de Belo Horizonte, ampliando sua visão a respeito da cidade e contribuindo para sua internacionalização da capital. 
 

Participaram da atividade os voluntários Daysi Meléndez (Peru), Valéria Raggi e Leonardo Magnani (Itália), Jake Alexander Clor (Estados Unidos) e Joana Vieira (Portugal). A visita aos espaços foi acompanhada por Janaina Franca Costa e Juliane Antunes, da equipe da Fundação Municipal de Cultura, que apresentaram a história da criação e edificação dos equipamentos do Conjunto, além de descreverem suas características arquitetônicas, típicas do modernismo brasileiro. Pela SMARI, participaram a coordenadora do PMVI, Sandra Martins Farias, o assessor Felipe Dias e a estagiária Larissa Naback.

Grupo de sete voluntários internacionais da PBH em frente à Casa Kubitschek, na Pampulha.
Grupo de sete voluntários internacionais da PBH em frente à Casa Kubitschek, na Pampulha.
Cinco voluntários admiram vista da lagoa da Pampulha a partir de um dos salões do Museu de Arte.
Cinco voluntários admiram vista da lagoa da Pampulha a partir de um dos salões do Museu de Arte.
Janaina Costa explica arquitetura da Casa do Baile aosvcinco voluntários.
Janaina Costa explica arquitetura da Casa do Baile aosvcinco voluntários.