Pular para o conteúdo principal

Secretário municipal de Saúde Jacson Machado e cinco membros de sua equipe na mesa de abertura do 1º Simpósio sobre Processamento de Produtos para a Saúde e Segurança do Paciente.
Foto: Divulgação PBH

Vigilância Sanitária debate sobre segurança do paciente

26/02/2018 | 18:55 | atualizado em 05/03/2018 | 09:08
Com o objetivo de promover a qualificação e aperfeiçoamento de processos em ambiente hospitalar, a Vigilância Sanitária  de Belo Horizonte e a Comissão Municipal de Controle de Infecções Relacionadas à Assistência (COMCIRA), promoveram nesta segunda-feira, dia 26 de fevereiro, o 1º Simpósio sobre Processamento de Produtos para a Saúde e Segurança do Paciente.

Cerca de 130 pessoas participaram o evento, entre profissionais da vigilância sanitária e das centrais de material esterilizado da Rede SUS-BH, além de profissionais que atuam em clínicas e hospitais particulares. Durante o simpósio, foram discutidas questões sobre os processos que envolvem a segurança do paciente, entre eles a manipulação de substâncias, higienização e normas técnicas. 

Segundo a Diretora de Vigilância Sanitária, Zilmara Ribeiro, o encontro tem o objetivo de mostrar que a Vigilância Sanitária tem conseguido superar o estigma de campo burocrático e policial, conquistando de forma positiva o campo do conhecimento, sem abrir mão da autoridade e da firmeza regulatória. “Esse novo modo de fazer a VISA exige momentos como este que, além de envolver diversos atores, irão permitir uma reflexão profunda sobre a questão dos riscos, sobre a ação educacional e a troca de experiências. Tenho certeza de que se quisermos mudar a realidade e fazer a diferença na saúde das pessoas, esse é o caminho”, disse ela.

O secretário municipal de Saúde, Jackson Machado Pinto, ressaltou a importância do evento. Segundo ele, esta iniciativa vem ao encontro de uma das coisas mais importantes na prática profissional, que é o aperfeiçoamento dos processos de trabalho. Além disso, as pessoas que estão sob os cuidados médicos receberão um tratamento de melhor qualidade e com mais segurança. Ele também destacou os resultados já obtidos pela VISA, no sentido de se aproximar do setor regulado. “Temos visto que o número de notificações de eventos adversos tem aumento e isso demonstra que o setor regulado e a própria Rede estão mais atentos e conscientes sobre a importância da notificação. Acreditamos que este trabalho é de extrema importância e quanto mais consolidado, melhores resultados serão obtidos”, ressaltou.