Pular para o conteúdo principal

Sete peixes azuis de causa amarela em Aquário do Rio São Francisco, em fundo azulado.
Foto: Daniel Alves

Tanque do Aquário da Bacia do Rio São Francisco é interditado para reforma

14/03/2019 | 20:44 | atualizado em 14/03/2019 | 20:44
Um dos 22 tanques do Aquário da Bacia do Rio São Francisco, localizado no Jardim Zoológico de BH, está interditado para realização de obras de melhoria e manutenção. A visitação aos demais tanques não será afetada. Cartazes fixados na portaria do Jardim Zoológico e no próprio Aquário informam sobre as obras.

 

Serão realizadas a troca do substrato presente no fundo do tanque e a manutenção do sistema de filtração. Também feita uma nova impermeabilização da parte interna do tanque e entre os vidros. Durante esse período, os cerca de 1.060 indivíduos de 23 espécies do tanque serão redistribuídos nos demais tanques disponíveis na área de visitação, em especial o tanque 18, localizado bem no centro do aquário, e também em tanques existentes na área interna, ou seja, nos bastidores.

 

O tanque que será temporariamente interditado é o maior e tem capacidade para 450 mil litros de água. Ele abriga a espécie que mais atrai a curiosidade dos visitantes: o surubim, um dos maiores peixes de água doce do Brasil.

 

Para ter acesso ao Aquário, o visitante do Jardim Zoológico paga um ingresso adicional (consulte valores no portal da Prefeitura) e deve também comprovar imunização contra a febre amarela, junto com a apresentação de documento de identidade original com foto.



Sobre o Aquário

O Aquário da Bacia do Rio São Francisco, que possui mais de três mil peixes, é o maior entre os temáticos do Brasil e destaca várias riquezas culturais do Rio São Francisco, um dos mais importantes do país. Entre as 60 espécies de peixes que o visitante poderá conhecer de perto estão dourados, curimatãs, matrinxãs, piaus, pacamãs, cascudos, lambaris, mandis, piranhas, pacus, curimbas, piabas, surubins e pirambebas. Além das nativas, o visitante também poderá conhecer espécies exóticas como a carpa, a tilápia, o pacu-caranha e o tamboatá. No local, são desenvolvidos diversos trabalhos de conservação da fauna dos rios, inclusive de espécies ameaçadas de extinção.

 

Inaugurado no dia 5 de março de 2010, o Aquário ocupa uma área de aproximadamente 3000m², em dois pavimentos, e abriga 22 recintos (tanques) que, em seus variados tamanhos e formatos, contam com um total de mais de 1 milhão de litros de água. Esses recintos foram ambientados de forma a representar o Rio São Francisco propiciando as condições adequadas para manutenção de espécies em cativeiro.

 

A infraestrutura é composta ainda por auditório, espaços de exposição lúdicos, jardins, laboratório, lagoa marginal, lanchonete e lojinha.

 

 

Serviço

Aquário da Bacia do Rio São Francisco

Endereço: Avenida Otacílio Negrão de Lima, 8.000, Bandeirantes

Informações: Confira preços e horários no portal da Prefeitura.

Ouça este conteúdo

Últimas Notícias

Foto aérea do Bairro Sion na década de 1990, com prédios e área verde em elevações. Exposição virtual retrata a cartografia da regional Centro-Sul de Belo Horizonte

Abertura da mostra, que visa divulgar o acervo do Arquivo Público da Cidade de BH, acontece às 9h, na Secretaria Municipal de Educação. 

20/05/2019 | 20:59
IX Conferência Municipal de Educação de Belo Horizonte. Avaliação dos PMEs Qualidade Social da Educação e Garantia de Direitos. Dias 11, 12 e 13 e julho de 2019. Estão abertas as inscrições para IX Conferência Municipal de Educação

A PBH publicou no DOM do dia 17/5, o decreto nº 17.107, com a data de realização da IX Conferência Municipal de Educação.

17/05/2019 | 21:34