Pular para o conteúdo principal

Duas Unidades de Recebimento de Pequenos Volumes (URPV), com entulho de construção, durante o dia.
Foto: Divulgação PBH

SLU reforma unidades de recebimento de entulho

09/08/2019 | 19:13 | atualizado em 12/08/2019 | 08:51

As Unidades de Recebimento de Pequenos Volumes (URPV) da Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) estão passando por reformas para melhor atender os cidadãos que precisam descartar resíduos que não são recolhidos pela coleta convencional, como entulho de construção e demolição, madeira, pneus, podas de árvores e jardins e móveis velhos, entre outros.

 

A Prefeitura vai investir R$ 1.202.403,08 na reforma de 32 unidades que receberão melhorias nas partes hidráulicas e elétrica, pintura, recuperação de portas, portões e cercas. Dez URPVs já foram reformadas: Túnel de Ibirité (Barreiro), Mem de Sá (Novo São Lucas), Botão de Rosa (Etelvina Carneiro), Paquetá (Paquetá), Jatobá IV (Jatobá), Saramenha (Tupi), Liberdade (Liberdade), Santa Amélia (Santa Amélia), São José (São José) e Rio Branco (Piratininga). Outras nove URPVs já estão com os trabalhos iniciados, sendo quatro em fase de conclusão: Lindeia (Barreiro), Barão (Nova Suíça), Dona Clara (Dona Clara) e Garças (Enseada das Garças). Além das reformas, os funcionários que trabalham nas unidades também estão passando por treinamentos que envolvem questões como atendimento ao público e segurança no trabalho.

 

Atualmente Belo Horizonte conta com 34 URPVs espalhadas por todas as regionais. Elas são o local correto para a entrega voluntária, pela população em geral, de determinados tipos de resíduos que, infelizmente, ainda são descartados de forma inadequada em bota-foras clandestinos. As URPVs recebem, acondicionam e destinam adequadamente estes materiais. “Elas atendem gratuitamente o morador que faz uma pequena reforma, e que teria que pagar para depositar os resíduos em um aterro”, destaca a técnica da SLU, Alessandra de Fátima Goulart de Oliveira.

 

De acordo com a técnica da SLU, a população pode colaborar para o bom funcionamento das URPVs. “Às vezes, as pessoas descartam os resíduos de forma errada, do lado de fora da unidade, principalmente depois do horário de funcionamento e nos fins de semana”, diz. De acordo com Alessandra, mesmo com as informações sobre o horário de funcionamento e sobre os tipos de resíduos que a unidade pode receber, o problema é recorrente, o que causa transtornos para toda a vizinhança. Outro problema que ela aponta é o vandalismo, principalmente com quebra de portão, roubo de fechadura e de chuveiro elétrico. “As URPVs são um patrimônio da cidade. É importante que todos as utilizem de forma adequada e ajudem na conservação”, enfatiza.

 

A URPV Saramenha, localizada no bairro Tupi, foi uma das que foram reformadas. O aposentado Marcos Paulo Ribeiro, morador do bairro Guarani, aprovou a reforma feita no local. “A nova pintura deu vida à unidade. Aqui era um lugar que quase ninguém conhecia e hoje está bem visível para as pessoas. Quanto mais conhecido o local, mais pessoas param de jogar entulho na calçada”, acredita.

 

Já a dona de casa Kátia Flávia Augusto, moradora do bairro Aarão Reis, encontrou na URPV Saramenha a solução para seu problema. “Fiz uma poda no meu quintal e uma vizinha me falou desta unidade. Não sabia deste serviço para a população. Contratei um carreto e trouxe os resíduos da poda para cá”, disse.

 

O carroceiro Sebastião Ramos, morador do bairro Conjunto Felicidade, sempre transporta entulho e móveis velhos para a URPV Saramenha. “Além de ser útil para as pessoas, a URPV é uma fonte de renda para nós, carroceiros, que sempre ganhamos um trocado”, diz. Ele aprovou a reforma da URPV Saramenha. “Acho que as pessoas poderiam ajudar a deixar a unidade limpa e bonita, ainda mais agora que ela está com pintura nova e cerca”, diz.

 

 

09/08/2019 - SLU reforma unidades de recebimento de entulho. Fotos: Divulgação/PBH

Últimas Notícias

Mais de cinquenta pessoas, sentadas em círculo, conversam, durante o dia. Venda Nova, Barreiro e Pampulha realizam pré-conferências de Assistência Social
As discussões e estarão ancoradas pela temática “Assistência Social: Direito do Povo com Financiamento Público e Participação Social".
19/08/2019 | 19:46
Casal em frente a uma barraca de tração de churrasquinhos Abertas inscrições para 600 vagas para o comércio nas ruas

As inscrições para licenciamento de comércio em veículos de tração humana, automotores e foodbikes estão abertas a partir do dia 19/8.

13/08/2019 | 20:40