Pular para o conteúdo principal

Imagem da exposição “Fissurada - A Hospitalização como Dispositivo Criativo”
Foto: Antônia Muniz

Shows e exposição on-line estão entre os destaques da semana no Circuito em Casa

04/08/2020 | 14:43 | atualizado em 04/08/2020 | 16:10

A cultura de Belo Horizonte segue conectada, em suas muitas linguagens, na programação do Circuito em Casa, versão on-line do Circuito Municipal de Cultura. Uma nova rodada de atrações, com opções para todos os públicos, será apresentada entre os dias 4 e 10 de agosto. São produções adaptadas para a transmissão em formatos digitais, durante o necessário período de distanciamento social, diante da pandemia da Covid-19. O Circuito em Casa é realizado pela Secretaria Municipal de Cultura e Fundação Municipal de Cultura, em parceria com o Centro de Intercâmbio e Referência Cultural (CIRC).

 

Aula de percussão com Nara Torres e show com Warley Henrique

A percussionista e Dj Nara Torres, fundadora dos blocos de carnaval Chama o Síndico e Sagrada Profana, é pesquisadora dos ritmos brasileiros e participa do Circuito em Casa, nesta semana, com uma aula aberta a todos os públicos. O vídeo estará disponível no próximo sábado (8), a partir das 16h.

Ainda no campo da música brasileira, no domingo (9) é a vez do músico, arranjador, compositor e instrumentista Warley Henrique, referência na cena do chorinho, samba e música instrumental em Belo Horizonte, se apresentar no Circuito. Com o show “Chora Cavaco”, disponibilizado a partir das 17h, ele mostra as possibilidades rítmicas, melódicas e harmônicas que extrai do seu cavaquinho de cinco cordas, com clássicos de Pixinguinha, Cartola, Noel Rosa e composições de sua autoria.

 

Rock e bate papo sobre o Clube da Esquina

Ainda no campo musical, a programação desta semana do Circuito em Casa traz também o show de Khadu Capanema, fundador, cantor e compositor da banda Cartoon e de outros projetos na cidade, como a Orquestra Mineira de Rock. Em apresentação disponibilizada na quarta-feira (5), a partir das 20h, ele apresenta com voz e violão repertório que passeia por mais de 20 anos de carreira.

No sábado (8), um dos discos mais importantes da música mineira e brasileira é tema da conversa “Coração Americano – Bastidores do Álbum Clube da Esquina”, disponível a partir das 20h. O clássico, liderado por Milton Nascimento e Lô Borges, será discutido pelas artistas Andréa Estanislau e Bárbara Barcellos, um encontro de gerações embalado pelas suas belas canções de amizade, amor, esperança, encontros e despedidas.

 

Sarau Prelúdios Negros e exposição “Fissurada”

Na quinta-feira (6), a partir de 21h, a atração é o Sarau Prelúdios Negros, uma proposta de “aquilombamento” de desejos, ideias, expressões e falas. Na tela, a artista Josy Anne (nome artístico de Josi Lopes) convida Milena Torres, Fredda Amorim e Elen Cristina para um encontro que engloba os corpos e as vozes negras, buscando fomentar novos espaços inquietos de trocas, movimentos e pensamentos sobre a arte e a identidade racial.

Outra atração que busca refletir sobre as diferentes identidades é o lançamento e bate-papo sobre a exposição “Fissurada - A Hospitalização como Dispositivo Criativo”. O trabalho parte da autobiografia da artista Antônia Muniz, diagnosticada no nascimento com o quadro de lábio leporino e que transformou essa experiência ao longo dos anos em novos olhares sobre o corpo, a fotografia, o bordado e a poesia. A exposição estará disponível a partir de 18h da sexta-feira (7), seguida de conversa com a artista e mediadora Brisa Marques.

 

Performance “Gaygster” com Azizi MC

Aproximando os diálogos do hip-hop com a cultura LGBT, a atração da sexta-feira (7) é Azizi MC com a performance “Gaygster”, disponível a partir das 21h. Artista performer afrofuturista da região Nordeste de Belo Horizonte, ele traz, desde 2015, o tema da diversidade ao universo do rap, definindo o repertório de suas performances musicais a partir de suas vivências cotidianas como jovem negro, gay e periférico. A transmissão conta ainda com a participação do DJ e produtor musical Clebin Quirino, que comanda os toca-discos durante a imersão sonoro-visual, criando uma intervenção urbana e regionalizada.

 

Circo e teatro de sombras para crianças

O circo é destaque na quinta-feira (6), a partir de 19h, com a performance “Vende-se”, de Lucas Castro. O trabalho nasceu em 2015 e nele o equilibrista divide com o espectador seus sentimentos a partir da arte e das peripécias. A performance é dirigida pelo coreógrafo catalão Cisco Aznar e tem trilha de Cecília Bartoli interpretando Vivaldi.

No domingo (9), para quem tem crianças em casa, a dupla Pablo Lamar e Sara Pinheiro apresenta o seu teatro de sombras. Disponível a partir das 16h, o vídeo “Mero: um mergulho para crianças” conta a história de K, um mero funcionário, que um dia foi engolido por um peixe. Bonecos e efeitos sonoros compõem esse novo mergulho, feito em momentos de isolamento com a família e composto também por edições de vídeo.


Agenda completa em anexo.

 

Serviço

Circuito em Casa – Etapa online do Circuito Municipal de Cultura
Data: 04 a 10 de agosto
Mídia: Canal da Fundação Municipal de Cultura no YouTube
Página do Circuito no Instagram
Página do Circuito no Facebook
Site do projeto