Pular para o conteúdo principal

Foto de sala cheia de de parceiros do Observatório do Milênio para reunião dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) de Belo Horizonte

Secretaria de Planejamento realiza reunião para validar indicadores dos ODS

06/09/2018 | 17:57 | atualizado em 06/09/2018 | 17:57

A Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão (SMPOG) promoveu um encontro entre os parceiros do Observatório do Milênio na quinta-feira, 30/8, para validar o Sistema Local de Monitoramento das Metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) de Belo Horizonte.


O secretário Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, André Reis, abriu o encontro saudando os parceiros do Observatório pelo trabalho realizado. “Na última vez em que estive com vocês, os trabalhos estavam no início. É muito bom ver que agora o Observatório está apresentando um resultado concreto. Li o relatório e constatei que ele é muito consistente tecnicamente. Tenho certeza de que no final deste ano teremos muitos elementos para a apuração dos resultados e que Belo Horizonte, que é destaque no cenário nacional, vai continuar seguindo os objetivos sustentáveis”, afirmou.


Rodrigo Nunes Ferreira, gerente de Indicadores da Subsecretaria de Planejamento e Orçamento da SMPOG, explicou que o encontro teve o objetivo de dar continuidade aos trabalhos do Observatório. “Até o final de 2018, vamos elaborar o primeiro relatório dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável em BH, que estamos chamando de Relatório ODS BH Marco Zero”, disse.


De acordo com o gerente, desde abril deste ano, estão sendo realizadas reuniões de grupos temáticos para discutir e selecionar os indicadores locais dos ODS a serem monitorados em Belo Horizonte. “Esses indicadores foram definidos com os técnicos da Prefeitura e os especialistas das universidades parceiras. Fizemos a seleção de indicadores vinculados a cada um dos 17 objetivos propostos pela ONU.


No encontro, segundo Rodrigo Nunes, foi validada a primeira etapa do trabalho e discutida a próxima fase, o levantamento dos dados para a elaboração do Marco Zero.


Vizinhança Qualificada


A reunião teve também como pauta a apresentação da metodologia do Estudo de Vizinhança Qualificada, utilizada no cálculo de indicadores para monitoramento do ODS 11, que é tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis. Segundo o técnico Hebert Azevedo, responsável pela apresentação, trata-se de uma metodologia desenvolvida pela Subsecretaria de Planejamento Urbano, da Secretaria Municipal de Política Urbana, que avalia o nível de atendimento e acesso de residentes e usuários ao comércio, aos serviços, aos equipamentos comunitários e de lazer, às áreas verdes (espaços verdes de uso coletivo), à via arborizada, bem como à rede de transporte coletivo e à rede de transporte cicloviário por meio de deslocamento a pé.


Para o monitoramento do ODS 11, com base nessa metodologia, foram desenvolvidos indicadores que avaliam o percentual de residências no município que estão a até 10 minutos de caminhada de equipamentos públicos comunitários de educação, saúde e esporte e lazer, e de centros locais de comércio e serviços. Também foi criado um indicador para avaliar o acesso aos equipamentos culturais com programação gratuita. Os resultados apurados pelos indicadores oferecem um importante subsídio para o planejamento urbano, no objetivo de construir uma cidade inclusiva e sustentável.


Para as próximas etapas do trabalho, serão feitas a coleta e a sistematização dos valores de linha de base para os indicadores selecionados e serão elaboradas as análises dos mesmos para composição do Relatório ODS BH, a ser lançado em dezembro deste ano.


Observatório do Milênio

 

O Observatório do Milênio é uma rede coordenada pela Prefeitura cuja finalidade é produzir e disseminar informações de interesse público sobre a cidade de Belo Horizonte que possam subsidiar as políticas públicas. Atualmente é constituída pelos seguintes parceiros: Prefeitura de Belo Horizonte, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas), Centro Universitário UNA, Universidade FUMEC e Centro Universitário Newton Paiva, além de contar com o apoio estratégico da ONU-Habitat e do ICLEI-Governos Locais pela Sustentabilidade. Saiba mais em: https://observatoriodomilenio.pbh.gov.br/


Conheça os ODS


Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) são uma agenda mundial proposta pelas Nações Unidas em setembro de 2015, composta por 17 objetivos e 169 metas a serem atingidos até 2030. Esses objetivos são indissociáveis e compreendem as dimensões social, ambiental e econômica do desenvolvimento, além de propor o compromisso das instituições e suas capacidades para que as metas sejam alcançadas.


Objetivo 1. Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares

Objetivo 2. Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável

Objetivo 3. Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades

Objetivo 4. Assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos

Objetivo 5. Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas

Objetivo 6. Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos

Objetivo 7. Assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todos

Objetivo 8. Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos

Objetivo 9. Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação

Objetivo 10. Reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles

Objetivo 11. Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis

Objetivo 12. Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis

Objetivo 13. Tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos

Objetivo 14. Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável

Objetivo 15. Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade

Objetivo 16. Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis

Objetivo 17. Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável