Pular para o conteúdo principal

Cerca de quinze pessoas sentadas em círculo participam do Sarau. Um homem, de pé, lendo poesia detém a atenção de todos.
Foto: Márcia Araújo/PBH

Sarau de poesia no Centro Cultural Liberalino Alves de Oliveira

14/05/2018 | 17:25 | atualizado em 15/05/2018 | 11:34
Os moradores de Belo Horizonte e da área metropolitana têm à disposição 17 centros culturais distribuídos entre as nove regionais. Além de oferecerem uma programação intensa de atividades de várias linguagens artísticas, todos eles possuem bibliotecas que oferecem acervos renovados e atividades especialmente idealizadas para elas. E, ainda no campo da literatura, contam com alguns projetos específicos, como o Sarau da Metamorfose, que acontece na Lagoinha.
 
O Sarau da Metamorfose, realizado pelo Centro Cultural Liberalino Alves de Oliveira (CCLAO), localizado dentro do Mercado da Lagoinha, e proposto pela funcionária e poeta Márcia Araújo, teve sua primeira edição em janeiro de 2016, e, a partir daí, acontece mensalmente, sempre na segunda quarta-feira de cada mês.
O Sarau propõe encontros para aproximar os participantes do universo de poetas famosos como Carlos Drummond de Andrade e Adélia Prado, e de tantos outros, não tão conhecidos, mas também muito talentosos, além de suas respectivas obras.
 
Segundo Márcia Araújo, o principal objetivo do sarau é proporcionar um momento de escuta e abstração da vida corrida do dia a dia. “É um momento em que a pessoa é convidada, a partir da poesia, a repensar, relembrar, e mudar pensamentos, atitudes e o olhar sobre o cotidiano”. Após cada leitura de poesia, abre-se um espaço para colocações dos participantes sobre os sentimentos que vieram à tona a partir da fruição. Vale ressaltar que, sempre que possível, o poeta do mês é convidado ao encontro para uma roda de conversa durante o sarau. Além do grupo que participa ativamente todos os meses, formado em sua maioria por adultos e idosos, a cada edição sempre surgem novas pessoas que "descobrem" o sarau, além da presença espontânea de poetas do cenário poético de Belo Horizonte.
 
O grupo permanente do Sarau da Metamorfose é de dez pessoas, que, somado ao público flutuante, chega, em algumas edições, a contar com mais de 25 presentes. Como o sarau acontece no pátio do Mercado da Lagoinha, onde o CCLAO está localizado, esse público flutuante muitas vezes é formado por quem passa, escuta uma poesia e outra, muitas vezes permanecendo até o final da atividade.

 


Amantes da poesia

Saulo Souza, 65 anos, morador do bairro Lagoinha, é um dos entusiastas do Sarau da Metamorfose. “O sarau é maravilhoso, ele expressa bem um ato de metamorfose. A primeira vez que participei confesso que fiquei assustado pelo nome, mexeu com algumas resistências machistas minhas. Continuei participando e percebi que havia sido transformado com estes encontros”. E completa “Eu não perco mais, porque me toca não só a poesia, mas também pelo fato de conhecer outras pessoas e também os poetas que participam”.
 
Manoel Barbosa, 54 anos, morador do bairro São Geraldo, é outro participante do projeto. “O Sarau da Metamorfose é um projeto interessante pela sua continuidade, poucas vezes encontrada em projetos literários, o que agrega um significado maior a ele. É uma oportunidade de intercâmbio com um público que gosta de poesia, com outros poetas e com novos autores, que, como eu, estão vivenciando a experiência da escrita poética”. 
 
Manoel saúda o contato direto com os poetas e suas obras. “É uma oportunidade de ampliar conhecimentos sobre os poetas apresentados. Quero participar sempre que possível, como público e também, como aconteceu em janeiro de 2018, como poeta convidado, momento em que pude apresentar poesias que fazem parte dos livros “Uivos Urbanos” e “Sangue Blues”, que ainda lançarei em julho”.

 


Centro Cultural Liberalino Alves de Oliveira

O coordenador do Centro Cultural Liberalino Alves de Oliveira, Adenízio Argueles, ressalta a importância do Sarau da Metamorfose para o equipamento. “É um projeto muito importante, pois é um lugar onde os poetas e participantes compartilham seus poemas e emoções no momento em que estão reunidos e vivenciando essa arte”.

Centro Cultural Liberalino Alves de Oliveira: avenida Antônio Carlos, 821 – Mercado da Lagoinha
Telefones: 3277-6077 / 3277-6091 || E-mail: cclao.fmc@pbh.gov.br
Funcionamento: de segunda a sexta, das 8h às 17h.
Ônibus: Estação Move Odilon Behrens: 51, 63 – 5031, 4205, 4103, 8401.
 
 

11/05/2018. Sarau da Metamorfose no CCLAO. Fotos: Márcia Araujo e Irineu Baroni/FMC

Últimas Notícias

Centros de Saúde de BH promovem atividades contra o tabagismo

Ações seguem o Programa Municipal de Controle do Tabagismo e buscam reduzir a doença e prevenir a iniciação no tabagismo.

23/05/2018 | 16:42

Exposição retrata a cartografia da Regional Barreiro

Na quinta-feira, dia 24/5, às 14h, servidores do Arquivo Público de Belo Horizonte farão uma palestra sobre os documentos em exposição.

22/05/2018 | 18:50