Pular para o conteúdo principal

Técnica do posto de saúde oferece vidro a mãe com bebê
Foto: Divulgação PBH

Regional Noroeste inaugura Unidade Coletora de Leite Materno e incentiva doação

02/12/2019 | 12:45 | atualizado em 02/12/2019 | 12:47

“Amamentação. Incentive a família, alimente a vida”. O lema adotado pelo Centro de Saúde Bom Jesus busca alertar a sociedade para a importância do aleitamento materno. A primeira Unidade Coletora de Leite Humano da Regional Noroeste foi inaugurada neste ano, junto a uma campanha de incentivo à amamentação e doação do leite. O trabalho faz parte do projeto ‘Mama bebê”, desenvolvido pela Prefeitura de Belo Horizonte.

 

O apoio, incentivo e acompanhamento do aleitamento materno é desenvolvido pela Rede Solidária de Aleitamento e Alimentação Complementar da Prefeitura de Belo Horizonte.  

 

“Os bebês prematuros precisam dos nutrientes que o leite possui para crescerem. Apenas 2 dedinhos de leite humano doado pode iniciar a nutrição dos bebes prematuros hospitalizados, com qualidade. Esse deve ser o único alimento que as crianças têm contato até o sexto mês de vida, dispensando até água. A equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família NASF também tem orientado gestantes e familiares para ajudar mães que estão com dificuldades para amamentar”, destaca Camila Rachel, gerente do Centro.

 

De acordo com Fabíola Fraga, fonoaudióloga e palestrante das intervenções, informar e promover atividades como estas é importante é importante não somente para manter o usuário inteirado, mas para garantir a troca de experiência e a boa relação entre ambos

 

“Através da sala de espera, realizamos todos os dias abordagens para orientar diversos tópicos da saúde, seja atual ou de constante relevância. Buscamos também debater e esclarecer dúvidas através de uma roda de conversa entre gestantes que realizam o pré-natal, além de três momentos de capacitação desenvolvidos pelos médicos, enfermeiros, agentes comunitários de saúde (ACS) e os técnicos de enfermagem”, explica.

 

Cleuza Teixeira de Oliveira, pensionista e usuária do centro, conta que as intervenções têm proporcionado grande aprendizado, melhor compartilhamento de experiências e interação no ambiente. “É muito importante explicar os diversos benefícios da amamentação e esclarecer dúvidas de muitas mães de primeira viagem. Gosto muito da iniciativa, todos os profissionais demonstram bastante dedicação e responsabilidade”, descreve.

 

Mãe da Valentina, de três meses, a professora Lucyelle Rodrigues, 22 anos, é doadora de leite, e explica que a iniciativa surgiu para ajudar mães que não produzem ou possuem algum problema de saúde que dificulte a amamentação. “Eu produzia tanto leite que chegava a empedrar, o que me incomodava muito. Soube da unidade coletora através dos informes do centro e procurei a gerente Camila para saber como doar, os procedimentos e exames necessários para iniciar a coleta”, conta.

 

Em Belo Horizonte, 22 centros de saúde são capacitados para a coleta de leite humano. Além de proteger a saúde da criança, a doação contribui para a melhoria na qualidade de vida de outros bebês, principalmente os prematuros hospitalizados.

 

O leite doado nas unidades da Prefeitura é encaminhado semanalmente ao Posto de Coleta Mama Bebê, na Unidade Referência Secundária Saudade –que coordena e supervisiona todo o processo de captação de doadoras, até o envio para o Banco de Leite da Maternidade Odete Valadares. O leite  é destinado aos bebês prematuros internados em Centros de Tratamento Intensivo Neonatal e que possuem indicação absoluta do mesmo.

 

 

Como doar

Quem mora na região Noroeste e deseja fazer a doação de leite materno, pode procurar o Centro de Saúde Bom Jesus, preencher uma ficha com os dados da mãe e realizar uma série de exames solicitados pela unidade.

 

 

Saiba onde doar

Atualmente, em Belo Horizonte há 22 unidades coletoras de leite humano que integram o Projeto Mama Bebê. A mulher que tem interesse em doar leite deve procurar a unidade mais próxima.

 

 

Posto de Coleta

Unidade de Referência Secundária Saudade (Leste)

R. Vinte e oito de setembro, 372 – 3277.9008

 

 

Centros de Saúde que são Unidades de Coleta de Leite Humano:

 

  • Barreiro: Vila Cemig (R. Coletivo, 68 - 3277.5940)

 

  • Centro-Sul: Cafezal (R. Bela Vista,30 – 3277.5242), Nossa Senhora Aparecida (R. Paulino Marques Gontijo, 222 – 3277.5244) e Padre Tarcísio (R. Coronel Pereira, 29 – 3277.8250)

 

  • Leste: Alto Vera Cruz (R. General Ozório 959 – 3277.5601), Boa Vista (R. Marcelino Ramos, 325 – 3277.5680), Granja de Freitas (R. São Vicente, 405 – 3277.5725), Paraíso (Av. Mem de Sá 1001 – 3277.5227), Pompeia (R. Leopoldo Gomes, 440 – 3277.5735), Novo Horizonte (R. Pedro Alexandrino de Mendonça, 12 – 3277.5602) e Taquaril (R. Pedro Alexandrino de Mendonça, 12 – 3277.5602)

 

  • Nordeste: Olavo Albino (R. Papa Onório III, 8 – 3277.6795), Cachoeirinha (R. Borborema, 1325 – 3277.6006), Marcelo Pontel (R. Branca, 15 – 3277.7474) e Vila Maria (Av. dos Sociais, 305 – 3277.7936)

 

  • Noroeste: Bom Jesus (R. Bernardo Cisneiros, 659 – 3277.6004)

 

  • Norte: Novo Aarão Reis (R. Um, 200 – 3277.6640) e Tupi (R. Ari Barroso, 150 – 3277.8555)

 

  • Pampulha: Trevo (R. José Simplício Moreira, 1144 – 3246.8008)

 

  • Venda Nova: Paraúna (R. João Ferreira da Silva, 248 – 3277.5568), Copacabana (R. Londres, 214 – 3277.7415) e Lagoa (R. José Sabino Maciel, 176 – 3277.5552)

 

Ainda em fase de implantação

  • Leste: Vera Cruz (General Ozório, 8585 – 3277.5606) e São José Operário (R. Simão Pereira, 73 – 3277.5693 – em fase de implantação)

 

02/12/2019. Regional Noroeste inaugura Unidade Coletora de Leite Humano e promove intervenção para incentivar a amamentação. Fotos: Divulgação/ PBH


Últimas Notícias

Jovens jogam futebol em quadra Prefeitura inicia projeto de esportes para jovens em conflito com a lei

Os jovens em cumprimento de medidas sócio-educativas terão oportunidade de frequentar, gratuitamente, oficinas esportivas.

13/12/2019 | 17:05
Prédio comercial na rua Caetés Comerciantes comemoram antecipação do décimo terceiro salário pela Prefeitura

A expectativa é que sejam injetados cerca de R$ 105 milhões na economia da capital.

13/12/2019 | 11:35