Pular para o conteúdo principal

Imagem de enfermeira com frasco de vacina contra a Covid-19
Foto: Rodrigo Clemente/PBH

Público com alto grau de imunossupressão é convocado para nova dose contra Covid

criado em 24/08/2022 - atualizado em 25/08/2022 | 12:02

A partir desta quinta-feira (25), a Prefeitura de Belo Horizonte começa a vacinar as pessoas com alto grau de imunossupressão de 12 a 17 anos com a quarta dose da vacina contra a Covid-19. Já o público de 18 anos e mais deverá receber a quinta dose. Para que esses grupos possam receber a nova dose adicional é necessário ter tomado a última vacina de reforço há, pelo menos, 4 meses.

Os locais e horários para a vacinação, por faixa etária, estão disponibilizados no portal da Prefeitura da seguinte forma:

- Quarta dose: 17 a 12 anos;

- Quinta dose: 18 anos e mais.

Seguindo as orientações do Ministério da Saúde, podem receber a imunização, as pessoas nas condições abaixo:

- Imunodeficiência primária grave;

- Quimioterapia para câncer;

- Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressoras;

- Pessoas vivendo com HIV/Aids;

- Uso de corticoides em doses ≥20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por ≥14 dias;

- Uso de drogas modificadoras da resposta imune, como Metotrexato, Leflunomida, Micofenolato de mofetila, Azatiprina, Ciclofosfamida, Ciclosporina, Tacrolimus, 6-mercaptopurina, Biológicos em geral (infliximabe, etanercept, humira, adalimumabe, tocilizumabe, Canakinumabe, golimumabe, certolizumabe, abatacepte, Secukinumabe, ustekinumabe) Inibidores da JAK (Tofacitinibe, baracitinibe e Upadacitinibe).

- Auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias;

- Pacientes em hemodiálise;

- Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas.

No momento da vacinação, é preciso seguir as seguintes orientações:

- Apresentar o cartão de vacinação;

- Apresentar o comprovante de residência em Belo Horizonte;

- Apresentar documento de identificação com foto e CPF;

- Não ter tido Covid-19 com início de sintomas nos últimos 30 dias; 

- Apresentar um comprovante, podendo ser utilizado: laudos, declarações, prescrições médicas ou relatórios médicos com descritivo ou CID da doença ou condição de saúde (emitidos em até 12 meses antes da data do cadastro), assinado e carimbado, em versão original.

As ações de repescagem seguem em andamento diariamente para grupos prioritários e faixas etárias já convocadas. Caso a pessoa não esteja com a situação vacinal em dia, basta comparecer a um dos pontos de imunização, de acordo com o público.