Pular para o conteúdo principal

Cinco cidadãos observam a praça Nilo Peçanha, que irá receber iluminação de natal no dia 18/12, durante o dia.
Foto: Divulgação PBH

Projeto Ilumina BH leva decoração natalina para Praça Nilo Peçanha

14/12/2018 | 18:02 | atualizado em 18/12/2018 | 18:58

Será inaugurada na terça-feira, dia 18/12, às 20 horas, a iluminação da Praça Nilo Peçanha, no bairro Sagrada Família. Com o Programa Ilumina BH, a parceria entre a Prefeitura de Belo Horizonte e a Associação dos Moradores e Empresários do bairro Sagrada Família vai deixar a Praça mais aconchegante para o Natal.

 

O coordenador de Atendimento Regional Leste, José Henrique de Oliveira Neto, repassou as instruções do Programa Ilumina BH moradores e empresários do bairro e providenciou uma equipe da Gerência de Infraestrutura Urbana Leste para fazer o trabalho de revitalização do espaço. “Pintamos, trocamos as lixeiras, podamos as árvores e deixamos a praça bem bonita para receber a iluminação e ficar ainda mais atrativa para os moradores”, relatou.

 

Segundo o presidente da Associação, Marco Aurélio Alves, depois de pegar a autorização da Prefeitura, eles recolheram o material necessário para a iluminação com os empresários, e a decoração será feita pelos moradores. “Estamos fazendo um mutirão para colocar a iluminação, tudo doado pelos empresários do bairro e comerciantes do entorno da praça”, comemorou.  

   

O Programa Ilumina BH autoriza e incentiva intervenções urbanas de iluminação de Natal. As empresas e pessoas físicas que desejarem realizar um projeto de iluminação decorativa temporária em bens públicos como calçadas, praças e árvores, por exemplo, poderão requerer autorização da Prefeitura para realizar as intervenções dentro da legislação.

 

As regras e documentação necessárias estão descritas no decreto 17.020, publicado no Diário Oficial do Município do dia 29 de novembro, e a autorização dependerá da análise das propostas apresentadas à Secretaria Municipal de Política Urbana, que irá verificar os requisitos técnicos, operacionais e de segurança. O projeto deve ser levado ao BH Resolve, para aprovação.