Pular para o conteúdo principal

Projeto Expedições do Patrimônio promove uma viagem pela história da capital
Foto: PBH/ Divulgação

Projeto Expedições do Patrimônio promove uma viagem pela história da capital

criado em 06/12/2022 - atualizado em 06/12/2022 | 15:32

A Prefeitura de Belo Horizonte promove no próximo dia 14, a partir das 19h, no Cine Santa Tereza, a 15ª edição do Projeto Expedições do Patrimônio. O evento proporcionará aos participantes uma viagem panorâmica pela história da capital mineira por meio do nosso Patrimônio Cultural. Serão exibidos os sete curtas-metragens recém lançados da “Coleção Conhecendo o Patrimônio Cultural de Belo Horizonte”, que destacam os Quilombos, as Festas de Iemanjá e Pretos Velhos, o Terreiro Ilê Wopo Olojukan, o Ofício de Fotógrafos Lambe-lambes, a Pampulha, o Conjunto Paisagístico e Arquitetônico da Praça Rui Barbosa (Praça da Estação) e a Política de Patrimônio Cultural da cidade. O evento integra a programação especial de aniversário de 125 anos de Belo Horizonte promovida pela PBH. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas on-line.

 

Desenvolvido desde 2019, o Projeto Expedições do Patrimônio é uma ação educativa da Diretoria de Patrimônio Cultural e Arquivo Público da Fundação Municipal de Cultura - DPCA. A proposta é possibilitar que, a cada edição, os participantes possam aprofundar o conhecimento e vivência dos bens materiais e imateriais do Patrimônio Cultural de Belo Horizonte. A sessão de vídeo que compõe a 15ª edição do evento contará com a participação de técnicos da própria Diretoria, que conversarão com o público sobre a importância do Patrimônio Cultural na preservação das identidades, da diversidade, da história e da memória de Belo Horizonte, que no próximo dia 12 de dezembro completará 125 anos.

 

Para Eliane Parreiras, secretária Municipal de Cultura, a série de curtas-metragens contribui para que a sociedade se aproprie do patrimônio e colabore também para a sua preservação. “Esse envolvimento faz com que a sociedade possa compreender e reconhecer o patrimônio cultural como um instrumento de formação da nossa identidade. A partir desses vídeos as pessoas poderão refletir sobre a nossa história, colaborando para a preservação da memória e estimulando  processos de educação pelo patrimônio”, afirma.

 

A presidente da Fundação Municipal de Cultura, Luciana Féres, destaca que um dos objetivos da versão audiovisual da coleção é dar maior visibilidade a estes patrimônios: “Trata-se de um desdobramento da versão impressa que já disponibilizamos ao público. Essa produção audiovisual vai contribuir para atingir um público maior no acesso ao Patrimônio Cultural da capital. Os vídeos também permitem uma melhor compreensão, apropriação e usufruto do nosso patrimônio”, completa.

 

Sobre a coleção
A coleção “Conhecendo o Patrimônio Cultural de Belo Horizonte” possui oito volumes em versão impressa e digital já publicados. Os textos permitem aos leitores conhecer a história, as características, a pluralidade, a riqueza e a relevância dos bens culturais protegidos na capital mineira. A produção e divulgação destes materiais educativos fazem parte das ações desenvolvidas pela DPCA para auxiliar na preservação das identidades, da história e da memória de diversos grupos da sociedade belo-horizontina. Além disso, a coleção torna possível que os munícipes se aproximem do processo de implementação e gestão da política de proteção ao patrimônio cultural em Belo Horizonte. Os curtas-metragens são uma versão audiovisual da coleção e podem ser acessados de forma livre e gratuita no Portal da PBH. Todos os filmes têm classificação indicativa livre e contam com interpretação em libras.

 

 

Serviço
15ª edição - Expedições do Patrimônio
Tema: “Coleção Conhecendo o Patrimônio Cultural de Belo Horizonte: Sessão Comentada”
Local: Cine Santa Tereza (Rua Estrela do Sul, 89, Santa Tereza - Praça Duque de Caxias)
Data: 14 de dezembro, quarta-feira, das 19h às 20h30
Inscrições gratuitas