Pular para o conteúdo principal

Cerca de duzentas pessoas em auditório do Hotel Ouro Minas, no encerramento do 1º Congresso de Boas Práticas dos Profissionais da Rede Municipal de Educação de Belo Horizonte: socializando experiências e conectando saberes.
Foto: Divulgação PBH

Profissionais da Educação festejam aniversário de BH com boas práticas

13/12/2018 | 17:42 | atualizado em 13/12/2018 | 17:46

No aniversário da cidade, celebrado dia 12 de dezembro, cerca de 600 educadores comemoraram também o sucesso do 1º Congresso de Boas Práticas dos Profissionais da Rede Municipal de Educação de Belo Horizonte: socializando experiências e conectando saberes. Realizado de 10 a 12 dezembro, no Hotel Ouro Minas, o Congresso reuniu uma coletânea de iniciativas inovadoras e experiências exitosas que retratam o trabalho desenvolvido nas instituições escolares da Prefeitura.

 

De acordo com a secretária municipal de Educação, Ângela Dalben, o evento contribuiu para aprimorar o conhecimento e fortalecer a interlocução entre as escolas.  "Temos 322 escolas e a consciência de que existem muitas ações importantes que acontecem no interior delas. O desejo de estabelecer uma troca entre as escolas, de mostrar tudo aquilo que elas fazem, resultou nesse Congresso, que possibilita o diálogo entre as escolas e, ao mesmo tempo, dá visibilidade ao que é feito em cada unidade, valorizando o trabalho dos profissionais que atuam na rede municipal", afirmou.

 

A programação do evento, voltada para a prática pedagógica, contou com palestras, minicursos, rodas de conversas e a apresentação de 270 trabalhos desenvolvidos nas escolas municipais, reunindo diferentes propostas. Os projetos contemplaram desde temas mais tradicionais, como “A relação professor-aluno no contexto da aprendizagem”, até os inusitados, como “Raposando: da história intergaláctica de Saint-Exupéry às investigações das crianças”.

 

“Excelente iniciativa, porque na rotina da escola se realizam muitos trabalhos que ficam restritos àquele espaço. Esse momento permitiu divulgar e passar a nossa experiência, ao mesmo tempo que conhecemos as boas práticas de outros profissionais”, avaliou a professora Mércia Gregório, da Escola Municipal Luiz Gonzaga Júnior, que apresentou o projeto “Canta Gonzaguinha”.

 

Boas Práticas

O 1º Congresso de Boas Práticas dos Profissionais da Rede Municipal de Educação de Belo Horizonte: socializando experiências e conectando saberes recebeu mais de 500 inscrições de práticas pedagógicas. Os 270 trabalhos selecionados para apresentação no Congresso foram registrados como publicação acadêmica e receberam um número do ISBN. Todos os participantes e convidados receberam um CD-ROM contendo os projetos divulgados nos três dias de Congresso.