Pular para o conteúdo principal

Desenho de mulher olhando vitrine enquanto outra mulher carrega seis sacolas coloridas na rua.
Arte: Divulgação

Procon-BH e parceiros têm projeto sobre relações de consumo

14/03/2018 | 17:56 | atualizado em 02/04/2018 | 08:28
A Diretoria de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon- BH), a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) e o Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Fopemimpe) desenvolvem, em parceria, o projeto Consumo Legal. A ideia da iniciativa é orientar, por meio de um trabalho educativo e preventivo, consumidores e empresários sobre a melhor forma de se relacionarem de maneira harmoniosa, de acordo com as normas contidas no Código de Defesa do Consumidor.


Vídeos e posts em diversos canais de comunicação, como websites e redes sociais da CDL/BH, Procon BH e Fopemimpe, com informações e dicas sobre as relações de consumo, estão sendo divulgados desde dezembro do ano passado quando o projeto foi lançado.

 

A execução do projeto está dividida entre as três entidades. Ao Procon BH cabe fornecer os dados estatísticos a respeito das reclamações mais comuns dos consumidores, para subsidiar palestras e material informativo dirigido aos lojistas e à população em geral, a fim de que as práticas nas relações de consumo sejam aprimoradas.


Já a CDL/BH, com base nas informações repassadas pelo órgão de defesa do consumidor, está encarregada de produzir o material educativo e organizar as palestras. O Fopemimpe, que representa o Governo de Minas Gerais nessa ação integrada, utiliza o seu poder de capilaridade para que os conteúdos cheguem aos municípios mineiros.


Entre os temas abordados estão: troca de mercadorias; diferenciação de preços à vista, parcelado, boleto, cartões de débito e crédito; falta de precificação; divulgação obrigatória das formas de pagamento, quando não é aceito cheques e/ou cartões; obrigatoriedade de disponibilização do Código de Defesa do Consumidor e cartazes sobre o assunto, entre outros.

 

A diretora do Procon BH, Mônica Coelho, ressalta a importância dessa parceria para que o órgão demonstre, de forma inequívoca, a sua função de orientação e prevenção para o aprimoramento das relações entre consumidores e lojistas:

 

“O Procon BH atua com mais frequência na mediação de conflitos já instalados. Agora queremos reforçar nossa ação proativa e educativa. Nosso objetivo é evitar a ocorrência desses conflitos para que os cidadãos estejam aptos a exercer seus direitos de forma consciente e preventiva”, finaliza Mônica.



Conheça os vídeos

Apresentação do projeto  
  
Troca de Mercadorias  
  
Diferenciação de preços