Pular para o conteúdo principal

Foto em cor do prédio onde está instalado a unidade provisória do Centro Pop, no recorte da foto, aparecem duas janelas e uma placa escrito "Centro Pop". O céu está azul.
Foto: Stenio Lima/PBH

Prefeitura reforça atendimento para a população de rua no combate à Covid-19

30/07/2020 | 17:30 | atualizado em 01/08/2020 | 13:21

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, amplia o atendimento para a população em situação de rua a partir desta sexta-feira (31). O Centro de Referência da População de Rua (Centro Pop), na Rua Além Paraíba, 101, bairro Lagoinha, será uma extensão do Centro Pop da Regional Centro-Sul. A unidade reforça a oferta de atendimento socioassistencial para pessoas em situação de rua no período da pandemia do novo Coronavírus. Atualmente, a unidade da Avenida do Contorno atende 400 pessoas por dia, em média. O novo local terá capacidade de atendimento diário de mais 150 pessoas.

Já no sábado, 1º de agosto, o Serviço Especializado em Abordagem Social, voltado para a população em situação de rua, passa a atender também aos finais de semana, possibilitando mais proteção aos usuários atendidos e ampliando a equipe para 105 profissionais diretamente envolvidos no serviço.

 

Unidade provisória do Centro Pop

O Centro Pop é um serviço ofertado para adultos que utilizam as ruas como espaço de moradia e/ou sobrevivência. Tem a finalidade de assegurar o Serviço Especializado à População em Situação de Rua, atendimento e atividades direcionadas para o desenvolvimento pessoal e social, facilitar o acesso a outras políticas públicas na perspectiva de fortalecimento de vínculos interpessoais e/ou familiares que oportunizem a construção de novos projetos de vida.

No local são ofertados atendimento socioassistencial por equipe técnica de nível superior, espaço para banho e lavagem de roupas, lanche e encaminhamentos para a rede socioassistencial, para políticas públicas setoriais (segurança alimentar, saúde, etc.). A nova unidade funcionará de segunda a sexta, das 8h às 16h e aos finais de semana e feriados, das 8h às 13h.

A ampliação da oferta de atendimento às pessoas em situação de rua neste segundo endereço provisório seguirá todas as orientações e procedimentos já adotados em relação às medidas de prevenção ao contágio e transmissão do novo Coronavírus – Covid-19.

Atualmente, Belo Horizonte conta com dois Centros Pop, nas regiões Leste e Centro-Sul, voltados para adultos, e uma unidade para crianças e adolescentes.

 

 

Serviço de abordagem nos finais de semana

O atendimento do Serviço Especializado de Abordagem Social ocorrerá também aos finais de semana, das 9h às 21h. Atualmente o serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 22h, com equipes regionais, o que totaliza 70 horas semanais de execução do serviço, contando com uma equipe de 92 profissionais (assistentes sociais, psicólogos, arte educadores, educadores pares, entre outros).

O Serviço de Abordagem é ofertado nos nove Centros de Referência Especializados de Assistência do município, de forma continuada, realizando busca ativa que identifique, nos territórios, a incidência de trabalho infantil, exploração sexual de crianças e adolescentes e população em situação de rua, buscando a resolução das necessidades imediatas e promovendo a inserção na rede de serviços socioassistenciais e das demais políticas públicas para a garantia dos direitos desses cidadãos.

Mesmo após o fim da situação de pandemia, o atendimento do SEAS aos finais de semana será mantido.


Últimas Notícias

Imagens da região da Comunidade Dandara durantes a urbanização PBH leva urbanização e melhorias na qualidade de vida à Comunidade Dandara

A Comunidade Dandara possui hoje cerca de 1,35 mil famílias morando nas mais de 20 ruas transversais.

12/08/2020 | 16:43
Imagens aérea do centro de Belo Horizonte PBH cria Comitê de Acompanhamento da Implementação da Lei Aldir Blanc

O comitê é composto por 23 integrantes, sendo 11 do executivo municipal e 11 da sociedade civil, além de um representante técnico da UFMG.

12/08/2020 | 16:43