Pular para o conteúdo principal

Mais de 10 pessoas sentadas assistem à aula sobre manipulação de alimentos.
Foto: Divulgação PBH

Prefeitura oferece curso sobre manipulação de alimentos

28/02/2018 | 12:06 | atualizado em 05/03/2018 | 09:09

A Gerência Regional de Vigilância Sanitária (Gevis) de Venda Nova ministrou, em fevereiro, um curso sobre boas práticas de manipulação de alimentos, voltado para funcionários de restaurantes, cozinhas industriais e lanchonetes da Cidade Administrativa, localizada no bairro Serra Verde. O treinamento teve o objetivo de reforçar junto aos restaurantes as orientações sobre os cuidados na manipulação de alimentos, de forma a evitar a transmissão de doenças e melhorar a segurança alimentar.

 

Foram abordadas as várias formas de contaminação dos alimentos, citando a presença de objetos, cabelo, detergente, além de microrganismos, como coliformes fecais e mofo. A orientação para evitar as contaminações passa pela higiene pessoal dos funcionários e do ambiente.

 

Gerente regional da Vigilância Sanitária, Brígida Vieira estabelece a função do setor com relação às irregularidades nos estabelecimentos. “A Vigilância Sanitária trabalha não somente advertindo, intimando e multando, mas principalmente prevenindo agravos e doença. No treinamento foram enfatizados os cuidados com a lavagem das mãos, armazenamento do alimento e temperatura de acondicionamento dos produtos”, contou.

 

A palestrante ainda alertou quanto à manipulação inadequada dos alimentos. “Os germes são invisíveis, daí a importância de lavar adequadamente as mãos, com sabão líquido, mantendo as unhas aparadas, a limpeza do ambiente e a higiene pessoal. Os produtos alimentares devem ser mantidos numa temperatura de cinco graus célsius, para evitar a contaminação”, disse.

 

A fiscal do setor de alimentação da Cidade Administrativa, Acácia Lúcia Alves, elogiou o curso. “A palestra foi excelente. Nos ensinou bastante sobre as maneiras de higienizar os alimentos e realizar a limpeza dos restaurantes”, comentou.

 

O programa envolvendo o curso de manipulação de alimentos foi desenvolvido em duas etapas. A primeira, no início de fevereiro, consistiu em um encontro dos servidores da Vigilância Sanitária Regional de Venda Nova com os proprietários dos restaurantes da Cidade Administrativa, quando foram discutidos os problemas pontuais. A segunda etapa foi o curso de manipulação de alimento propriamente dito.