Pular para o conteúdo principal

Informativo sobre o Coronavírus em Belo Horizonte
Foto: Divulgação PBH

Prefeitura lança programa de ginástica laboral on-line para servidores

27/11/2020 | 11:36 | atualizado em 27/11/2020 | 11:53

A Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão lançou no último dia 19 o programa de Ginástica Laboral On-line para Servidoras, Servidores, Colaboradoras e Colaboradores. De acordo com a gerente de Gestão do Desenvolvimento, Lígia Rache, essa é mais uma iniciativa do Município para valorizar e promover a saúde do servidor.

 

“Trata-se de uma ação vinculada ao programa Movimenta PBH, que tem promovido diversas ações de prevenção e promoção da saúde, atividades essas que são gratuitas para o funcionalismo. Com essa nova proposta, pretendemos incentivar o servidor a práticas de atividades físicas”, disse a gerente.

 

As atividades terão início em 1º de dezembro e acontecerão sempre às terças e quintas-feiras, de 9h as 9h20. Inscrições e outras informações neste link

 

O lançamento do programa ocorreu durante o encontro “Cuidados Posturais”, promovido pelo Movimenta PBH, em parceria com a Unimed-BH. O bate-papo virtual contou com a participação da fisioterapeuta Flávia Soares e de centenas de servidores e colaboradores, que enviaram suas dúvidas à profissional pelo chat. Entre os assuntos abordados, a prevenção de dores e lesões musculares em tarefas simples do dia a dia. 

 

Com a experiência de quem atua há 14 anos na área de ergonomia, Flávia Soares destacou a importância de se respeitar o corpo. “Nesses tempos de home office é importante manter uma postura correta. Temos a tendência, por exemplo, de sentarmos de forma errada em frente ao computador, inclinando nosso corpo para o lado do mouse”, pontuou a especialista. 

 

Flávia explicou que criar uma rotina com pausas programadas, como a cada 50 minutos parar por 10 minutos, é muito importante. Caso não seja possível, ela orienta a não ultrapassar 2 horas na mesma posição. “Movimentar-se também é fundamental”, alertou. 

 

De acordo com a profissional, as pessoas manuseiam por muito tempo o aparelho celular, inclinando o corpo de forma incorreta para frente, o que também sobrecarrega a cervical e causa dores de cabeça no final do dia.

 

A fisioterapeuta disse que a pandemia fez com que muitas pessoas tivessem que trabalhar em casa, transformando algum espaço do lar em um escritório improvisado. “Com a quarentena se alongando, quem sofre com esta adaptação é o nosso corpo. Então aparecem problemas como a retificação da lombar, a hipercifose torácica, aumento da convexidade para frente e da concavidade posterior da curvatura (na região cervical ou lombar), e a hiperlordose cervical. Agora há muita gente reclamando de dores que antes não sentiam”. 

 

Conheça as ações ligadas ao Movimenta PBH neste link.