Pular para o conteúdo principal

Fachada da creche três porquinhos - Antes e depois. Comparação.
Foto: Divulgação/PBH

Prefeitura investe em infraestrutura e garante a qualidade da Educação Infantil

17/07/2018 | 16:09 | atualizado em 17/07/2018 | 16:09
A Educação Infantil de Belo Horizonte já é reconhecida pela qualidade do atendimento, pelo trabalho pedagógico e pela infraestrutura das instituições de Educação Infantil da Rede Própria. O que muitos não sabem é que a mesma qualidade está presente nas 195 creches parceiras que integram a Rede Conveniada. Além dos repasses financeiros firmados em convênio, da materialidade para as crianças e do suporte pedagógico, que inclui a formação continuada dos professores, a Prefeitura também investe na infraestrutura.
 
Neste ano, a PBH intensificou as ações de melhoria da rede física nas instituições parceiras, com obras de manutenção, reformas e ampliação que consolidam um investimento de cerca de R$ 24,5 milhões provenientes do Tesouro Municipal. Um benefício que contempla 177 creches, das quais 36 já receberam os recursos e 10 já estão com obras finalizadas. Com isso, a Rede Conveniada terá 103 novas salas de aula.  
 
De acordo com a secretária municipal de Educação, Ângela Dalben, o investimento na rede conveniada e a melhoria da infraestrutura nas creches parceiras possibilitam a ampliação de vagas para as crianças pequenas. A necessidade dessas novas vagas está pautada no planejamento da Prefeitura, a partir do estudo do cadastramento escolar para a Educação Infantil. “O contrato de manutenção para creches parceiras não é novidade, mas é a primeira vez que fazemos um investimento tão vultoso, porque temos agora um cadastro que mostra especificamente onde precisamos ampliar o número de vagas. Queremos um atendimento que prime pela qualidade da oferta pública de Educação Infantil. Para isso, é fundamental o investimento, não só no pedagógico, mas também no ambiente, nos prédios, na materialidade. Um espaço bonito, esteticamente acolhedor, é importante tanto nas Umeis como nas creches parceiras”, afirma a secretária.
 

Detalhes que fazem a diferença

Uma das instituições beneficiadas é a Creche Oásis, no bairro São Cristóvão, que já na conclusão da primeira etapa das obras, mudou a rotina das crianças. “Essa liberação da Prefeitura nos favoreceu demais. A estrutura anterior era muito deficiente e, com o crescimento da demanda, faltava espaço de recreação. A reforma proporcionou mais espaço e liberdade para as crianças, além de permitir ampliar o atendimento com o recebimento de mais 32 crianças em nossa creche. É um novo tempo da Creche Oásis. As crianças estão maravilhadas, desfrutando desse novo espaço e a alegria é também da comunidade”, conta a diretora da creche, Cleide Mara Lúcio Fernandes. 
 
Na primeira etapa de obras, a Creche Oásis priorizou o espaço de recreação que ganhou um novo projeto pensando para as crianças, com instalação de piso ecológico, pintura, caixa de areia, fonte e cascata que desaguam em um pequeno aquário que já abriga alguns peixinhos. O novo espaço atrai o interesse das crianças, como relata Miguel Cristiano Lopes, de 4 anos. “Ficou muito mais gostoso brincar no parque, que tem até peixinho. Eu gostei muito da caixa de areia e dos pneus. A gente rola o pneu, mas não pode bater no portão porque o pneu é muito pesado e também não pode bater no peixinho porque senão ele morre”, explica o pequeno. O coleguinha Caio Marcos Moreira Rocha, também de 4 anos, concorda. “Achei tudo legal, mas gostei mais da fonte. Mudou tudo aqui, o parquinho ficou bonito porque pintou e ficou todo colorido”.
 
A cozinha e o refeitório foram reformados e receberam bancada, piso e revestimentos novos. Mas o escopo da obra contempla ainda construção de lavanderia, reforma de piso, abertura de vão de sala de aula e instalação de janela, reconstrução de muro e passeio. Também está previsto a troca de placa de identificação, pintura geral, instalação de toldos nas áreas de circulação, instalação de fechadura elétrica no portão de entrada, manutenção de telhado e instalação de calhas e rufos, troca de caixas d’água, instalação de grades e corrimãos, e outras pequenas adequações. 
 
Para a professora Arlinda Vanessa Dalu Silva, as intervenções fazem a diferença não só para a rotina das crianças como também para os profissionais que atuam na instituição. “Todos amaram o parquinho novo, dá para brincar muito, eles correm bastante, gostaram muito de ver os peixinhos na fonte, mudou para as crianças e para o trabalho do professor, porque quando a gente tem crianças mais felizes e alegres, nosso trabalho, lógico, fica melhor. A criança precisa de espaço, precisa correr, gastar energia, e com esse novo espaço eu fico muito feliz porque as minhas crianças estão felizes e, sem contar, que a infraestrutura aprimora a qualidade do trabalho de todos nós”, diz a professora.
 

Nova Identidade e nova turma

Outra instituição que está de cara nova é a Creche Três Porquinhos, no bairro São Gabriel. A construção verticalizada e sem pintura passava despercebida pela comunidade, o prédio de três andares não era identificado como uma creche. Com os recursos recebidos da Prefeitura, o prédio ganhou cor e a creche, identidade. De acordo com a coordenadora pedagógica da instituição, Ana Carolina de Almeida, o local está com mais vida e agora tem destaque na comunidade. “Além de permitir a ampliação de mais uma turma de dois anos, a reforma trouxe um colorido, uma alegria… tudo que traz cor, traz também motivação para a gente e para as crianças. Essa reforma trouxe organização e auxiliou muito também o trabalho pedagógico”, avalia a coordenadora.
 
Na Creche Três Porquinhos, a reforma contemplou a ampliação e melhoria dos espaços como banheiros infantis, salas de aula, cozinha, refeitório e pátio externo. E ainda, reforma do telhado, pintura geral do prédio, substituição de janelas, portas e fechaduras danificadas, instalação de piso vinílico, adequação de rampa de acesso, reparos elétricos e hidráulicos, recapeamento de piso e impermeabilização. 
 
A mudança implementada agradou muito às famílias, que também já notam a diferença na rotina das crianças. “Meu filho Wallace estudou aqui desde um aninho e ficou até completar seis anos. Agora tem o Miguel, de 4 anos, que está aqui. Vejo a diferença e fico muito satisfeita com isso. Ficou muito linda essa creche e as crianças estão gostando muito das cores, meu filho está mais incentivado a vir para a escola e, depois da escola toda colorida, ele quer até que pinte o quarto dele de vermelho. Arrumaram tudo, a entrada ficou muito melhor para a gente subir. Essa obra foi muito bom para a creche e para nós também”, afirma a dona de casa Camila Cristina França de Jesus. 
 
A coordenadora administrativa da creche, Darciane Martins Vieira, acompanhou toda a obra e garante que mais do que ampliar o atendimento, a reforma elevou a autoestima de todos. “Em um primeiro momento, a obra foi feita para a ampliação de turmas de dois anos, a reforma possibilitou uma adequação de espaços para ampliar o atendimento e melhorar toda a infraestrutura da creche e a logística do atendimento. O resultado ficou sensacional, aprovado por todos, principalmente por poder melhorar a rotina de trabalho das professoras e das cantineiras” conta.  Darciane explica ainda que a reforma deu uma nova identidade ao prédio. “A nova fachada foi impactante no bairro porque fez o prédio aparecer. Ninguém sabia onde era creche, não achava. A mudança também foi importante na questão da segurança e na melhoria da autoestima das crianças, das professoras, de todos que trabalham aqui. Antes todos achavam o prédio esquisito: só no cimento, tudo cinza. Pequenos detalhes que fizeram uma diferença incrível e estamos bastante satisfeitos”, concluiu.
 

17/07/2018. Prefeitura investe em infraestrutura e garante a qualidade da Educação Infantil nas instituições parceiras. Fotos: PBH/Divulgação