Pular para o conteúdo principal

Família em abrigo reservado pela Prefeitura
Foto: Zaíra Magalhães

Prefeitura garante abrigo a 185 pessoas que precisaram deixar suas casas

28/01/2020 | 19:21 | atualizado em 31/01/2020 | 19:35

Sem opção de acolhimento na casa de parentes, 185 pessoas estão abrigadas em pousadas disponibilizadas pela Prefeitura da capital. Todas foram orientadas pela Defesa Civil a deixar suas casas em razão das fortes chuvas que caíram em Belo Horizonte nos últimos dias. Uma delas é Gladstone Gomes de Jesus, de 30 anos.

 

Orientado pelos técnicos da Defesa Civil, ele deixou a casa onde vive há sete meses, no Morro das Pedras, no último sábado, dia 25. As fortes chuvas que caem em Belo Horizonte causaram o deslizamento de um barranco, cujos destroços foram parar a apenas 30 metros da parede do imóvel que ele comprou com o dinheiro das economias. Foi o tempo de pegar documentos e algumas roupas e seguir para uma pousada da Prefeitura de Belo Horizonte com a mulher e os três filhos.

 

Apesar do susto e do temor de perder o imóvel, ele comemora o fato de estar vivo e em um local seguro com a família. “O atendimento das pessoas é muito bom, o lugar é bem limpo e temos quatro refeições por dia: café, almoço, lanche e jantar para todos nós”, conta ele, que está desempregado. No dia a dia no novo endereço, ele cuida das crianças enquanto a mulher, que é balconista, vai para o trabalho.

 

Quem está na mesma pousada é a aposentada Eva Maria Rodrigues, de 62 anos. Com o risco de pedras de um barranco atingirem sua casa no Morro das Pedras, ela foi alertada pela Defesa Civil para deixar o local com a neta de 15 anos. Desde sábado as duas estão sob os cuidados da Prefeitura. “Não é a casa da gente, mas estou sendo muito bem tratada aqui”, relata a aposentada.

 

Enquanto aguarda que a Defesa Civil libere sua volta para casa, ela tem a garantia que poderá ficar na pousada o tempo que for necessário. “Tenho dificuldade de andar por causa de um problema na coluna e aqui estou recebendo toda a assistência”, conta Eva Rodrigues, que foi levada com a neta para a pousada em transporte disponibilizado pela Prefeitura de Belo Horizonte.

 


Vídeos

Últimas Notícias