Pular para o conteúdo principal

Várias mudas em cima de uma mesa, outras no chão, em meio a muitas plantas, durante o dia.
Foto: Cemar

Prefeitura e moradores fazem mutirão de plantio agroflorestal

06/12/2019 | 17:12 | atualizado em 08/12/2019 | 17:04

A Prefeitura de Belo Horizonte promove no sábado, dia 7 de dezembro, o Mutirão de Plantio de Agrofloresta, quando moradores do entorno do bairro Estoril vão plantar espécies arbóreas e frutíferas. A atividade será no espaço que abrigará, a partir de 2020, o Centro Municipal de Agroecologia e Educação Ambiental para Resíduos Orgânicos (Cemar), na rua Nilo Antônio Gazire, 147.

 

Serão plantados ipê, acerola, laranja lima, laranja seleta, limão tahiti, limão cravo, mexerica poncã, mexerica rio, goiaba vermelha, jabuticaba, banana, biribá, atemóia, figo, manga, abacate e caju. A atividade faz parte de uma das várias oficinas educativas e ambientais que estão sendo realizadas no local com os moradores.

 

O empreendimento, que é uma parceria da SLU, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e da Secretaria de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, por meio da Subsecretaria de Segurança Alimentar e Nutricional, ocupa a área onde funcionava uma estação de reciclagem de entulho da SLU, desativada em 2012.

 

A recuperação do terreno foi iniciada em 2018 pela Prefeitura, com o objetivo de transformar o local em um novo espaço de convivência para a comunidade. Desde então, está sendo implantando um moderno centro de promoção à agroecologia, agricultura urbana e educação ambiental para limpeza urbana.

 

A previsão é que o Cemar seja inaugurado em 2020. A recuperação do terreno já foi feita pela Prefeitura, com a contenção da erosão e a limpeza das canaletas de drenagem. A pista de caminhada também já está pronta. Depois de inaugurado, o local terá estufa, viveiro de mudas e plantas medicinais, horta comunitária, pista de caminhada e sistemas de agroflorestas. Além disso, serão produzidos alimentos, sementes e insumos que poderão ser usados em outras hortas da cidade.

 

Outra atração será o jardim sensorial, formado por plantas com características que despertam outros sentidos além do paladar, como o tato e o olfato. O jardim tem uma proposta inclusiva, com os canteiros mais altos, para facilitar o acesso aos cadeirantes. O Centro abrigará também um projeto educativo, focado nas boas práticas relacionadas à alimentação e aos resíduos orgânicos. 


Últimas Notícias

Agentes da Defesa Civil em atendimento na Vila Biquinhas Prefeitura atende 474 chamados em razão das chuvas nas últimas 36 horas

Assim como no dia anterior, moradores do Barreiro foram os que mais acionaram a Defesa Civil, totalizando 53 chamados nesta sexta-feira.

24/01/2020 | 19:10
Ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, o procurador-geral de Justiça Antônio Sérgio Tonet e o prefeito Alexandre Kalil Ministra Cármen Lúcia visita gabinete do prefeito no COP

O encontro foi realizado no Centro Integrado de Operações de Belo Horizonte (COP-BH), para onde o prefeito transferiu seu gabinete.

24/01/2020 | 14:23