Pular para o conteúdo principal

Assistente social distribuindo marmitex à moradora
Foto: Zaira Magalhães

Prefeitura distribuiu mais de 10 mil marmitex durante período de chuvas

06/02/2020 | 15:10 | atualizado em 03/07/2020 | 19:56

 

A Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania distribuiu cerca de 10,5 mil marmitex entre os dias 23 de janeiro e 4 de fevereiro. O número corresponde a uma média diária de 600 refeições – preparadas nos Restaurantes Populares – destinadas aos atingidos pelas chuvas em Belo Horizonte e integrantes das equipes que atuam nas medidas preventivas e emergenciais.  

 

Rogério Souza, morador do bairro Jardim Alvorada, na regional Pampulha, precisou deixar a casa onde morava com a mãe e o tio no dia 27 de janeiro. Desde então ele está morando com parentes e recebe o marmitex diariamente. “Esse apoio da Prefeitura foi muito importante em um momento em que não temos muitas respostas e precisamos estar fortes. A comida é muito saudável e saborosa, mas mais do que isso, ela tem nos ajudado a seguir em frente”, conta.

 

Maria Júlia Ferraz, a dona Júlia, como é carinhosamente conhecida pelos moradores da Vila Bernadete, não foi atingida diretamente pelas chuvas, mas atuou no apoio às famílias da comunidade. Ela colaborou na distribuição dos marmitex e concorda que a comida é saborosa e muito importante para as famílias nesse momento de fragilidade.
 

“É um momento difícil para todos e o apoio recebido da Prefeitura tem nos ajudado muito. Todos que receberam a refeição ficaram agradecidos e gostaram bastante”, diz dona Júlia, que mora na Vila Bernadete há 50 anos.

 

No primeiro final de semana de fortes chuvas, 40 colaboradores dos restaurantes populares reforçaram a produção de marmitex, trabalhando em um esquema de plantão durante todo o dia. “Foi um trabalho intersetorial no atendimento às famílias em áreas de risco, com equipes das Subsecretarias de Assistência Social, de Segurança Alimentar e de Direito e Cidadania, da Saúde, da Urbel e da Defesa Civil. Nossos servidores atuaram na produção das refeições e em toda a linha de montagem e distribuição dos marmitex nas nove regionais. Trabalhamos para garantir a assistência alimentar das equipes que estavam em campo e das famílias, com a qualidade reconhecida dos Restaurantes Populares”, explica Maíra Colares, secretária Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, pasta que coordena os Restaurantes Populares no município.

 

As refeições foram distribuídas também para as equipes sociais que atuaram no cadastro e acolhimento das famílias. “Quando temos à disposição uma oferta como a assistência alimentar, garantimos não só a continuidade do trabalho das equipes, mas a garantimos com extrema qualidade, com balanceamento nutricional. Isso dá segurança ao trabalhador que está no campo atendendo às famílias“, conta a diretora regional de Assistência Social do Barreiro, Ângela Souza.