Pular para o conteúdo principal

Prefeitura de BH propõe medida que torna a conta de luz mais barata

23/01/2019 | 20:27 | atualizado em 11/02/2019 | 11:46

O prefeito Alexandre Kalil assinou na manhã desta quarta-feira, 23, projeto de lei que vai reduzir o valor da conta de luz dos cidadãos de Belo Horizonte. O projeto, que altera a Lei 8.468/02, prevê a redução de 10% da Contribuição para o Custeio dos Serviços de Iluminação Pública (CCIP), que é cobrada dos imóveis de Belo Horizonte junto com a conta de luz.

 
A medida foi anunciada durante entrevista coletiva concedida pelo prefeito que contou com a presença dos secretários municipais de Fazenda, Fuad Noman, de Obras e Infraestrutura, Josué Valadão, do subsecretário de Planejamento e Orçamento, Bruno Passeli, e do presidente da BHIP (concessionária responsável pela iluminação pública de Belo Horizonte), Marcelo Bruzzi.
 
De acordo com o secretário municipal de Fazenda, a proposta de redução do valor da Contribuição foi feita por determinação do prefeito, graças à economia de 10,45% no consumo de energia da iluminação pública que se verificou depois do início do projeto de substituição de lâmpadas comuns por led realizado pela BHIP.
 
“A Prefeitura está pagando pela iluminação pública 10% menos em relação aos valores que eram pagos antes do início do plano de modernização e, por isso, o prefeito determinou que fosse providenciada a redução da Contribuição para o Custeio da Iluminação Pública. Mesmo em um momento de crise como o que vivemos no país, estamos transferindo para a sociedade um benefício possibilitado pelo esforço de melhoria da iluminação pública”, afirmou Fuad Noman.


 
Modernização de mais de 40% da iluminação 

Dos 180 mil pontos que compõem a planta da iluminação pública de Belo Horizonte, mais de 72 mil pontos de luz já foram modernizados pela BHIP, desde outubro de 2017, o que corresponde a mais de 40% do sistema.

As regionais Venda Nova, Norte e Barreiro foram as primeiras áreas de Belo Horizonte a receberem o trabalho de modernização com as trocas dos pontos de luz por lâmpadas de LEDS. Essa primeira etapa foi finalizada em agosto de 2018.

Nas regionais Nordeste e Leste, a troca dos pontos já está acontecendo e terminará até abril deste ano.

As próximas regionais que receberão as trocas das lâmpadas serão Noroeste e Oeste (até outubro de 2019), Pampulha (até abril de 2020) e o hipercentro (até dezembro de 2020).


 
Atendimento em até 48 horas

Segundo levantamento da BHIP, atualmente, 60% das demandas dos cidadãos de Belo Horizonte para a Prefeitura estão relacionadas à iluminação pública.

A BHIP é auditada mensalmente por um verificador independente para garantir a aderência às metas do contrato firmado com a Prefeitura. Hoje, 98,4% dos problemas demandados pelos cidadãos são resolvidos em até 48 horas. O índice supera a meta da concessionária que é a resolução de 95% dos casos em até dois dias a partir do pedido do morador.

Para atender a qualquer pedido do cidadão, a Prefeitura disponibiliza o aplicativo para celular PBH APP. Com o aplicativo, o morador registra suas solicitações de serviços, que, automaticamente, são encaminhadas para as unidades responsáveis pela execução, e também pode acompanhar o andamento das solicitações abertas.
Ouça este conteúdo

Últimas Notícias

Cerca de dez servidores trabalhando em meio às obras e construções. Vilas São Tomaz e Aeroporto passam por transformação após retomada de obras

As obras do Programa Vila Viva nas vilas São Tomaz e Aeroporto, localizadas na região Norte da Capital, foram retomadas pela Urbel

20/02/2019 | 16:33
vista de cima do viaduto da lagoinha Consulta pública vai avaliar propostas de requalificação de baixios de viadutos

A Prefeitura publicou a consulta pública que visa a avaliar propostas que busquem a requalificação dos baixios de sete viadutos.

19/02/2019 | 19:08