Pular para o conteúdo principal

Foto do Parque Municipal vista do alto. Grande área verde e prédios da cidade ao fundo
Foto: Amira Hissa/PBH

Prefeitura de Belo Horizonte apoia o IV Encontro Nacional de Agroecologia

30/05/2018 | 16:47 | atualizado em 13/06/2018 | 16:42

De 31 de maio a 3 de junho, o Parque Municipal Américo Renné Giannetti será sede do IV Encontro Nacional de Agroecologia - IV ENA. O lema dessa edição é Agroecologia e Democracia Unindo Campo e Cidade. O evento é uma realização coletiva de diferentes organizações da sociedade civil e movimentos sociais urbanos e rurais, conectados através da Articulação Nacional de Agroecologia (ANA). A Prefeitura de Belo Horizonte é apoiadora do Encontro.
 

"Belo Horizonte é uma cidade reconhecida pelas suas experiências pioneiras na agricultura familiar e urbana. Temos unidades de atendimento consolidadas junto ao cidadão, como os restaurantes populares, as barracas do programa Direto da Roça e do Territórios Sustentáveis, que contam com produtos oriundos deste modelo de produção. Essas iniciativas inspiram gestores e pesquisadores de todo o país, pois permitem o acesso à alimentação saudável com preço acessível, um direito básico de toda e qualquer comunidade" afirma Darklane Rodrigues, subsecretária de Segurança Alimentar e Nutricional, representando a Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania.

 

Programação

Tendas serão instaladas no Parque Municipal para abrigar seminários, plenárias, oficinas e atividades culturais. Visitas a espaços da cidade que produzem alimentos sem o uso de agrotóxicos também estão previstas. Confira como participar dos diferentes momentos no site do Encontro.
 

Na sexta feira, instalações pedagógicas sobre os biomas brasileiros estarão abertas para visitação. Já no sábado, o andamento da implantação do Corredor Agroecológico Arrudas será apresentado ao público. O Corredor será um espaço demonstrativo de técnicas para a produção de alimentos, modelos de bioconstrução com bambu, entre outros exemplos para a cidade. Ele ligará o Parque Municipal ao Centro de Vivência Agroecológica do Bairro Taquaril. Várias secretarias estão envolvidas no projeto.
 

Outro destaque da programação é o Seminário de Sistemas Alimentares Agroecológicos em Regiões Metropolitanas. Na atividade, será assinado termo de cooperação institucional para fortalecimento da agroecologia na região metropolitana de Belo Horizonte. Tal cooperação prevê, por exemplo, a redução do uso de agrotóxicos e transgênicos na produção de alimentos e a recuperação agroflorestal de mananciais. O Iclei América do Sul, principal associação mundial de governos locais dedicados ao desenvolvimento sustentável, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater), a Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte (Agência RMBH) e a Prefeitura de Belo Horizonte, entre outros órgãos e instituições, serão signatários do termo.