Pular para o conteúdo principal

Prefeito Alexandre kalil acompanha crianças que fazem atividades em computadores dentro da carreta Conexão Gentileza
Foto: Amira Hissa

Prefeito visita programa de inclusão digital e carreta Conexão Gentileza Digital

criado em 20/03/2022 - atualizado em 22/03/2022 | 15:38

O prefeito Alexandre Kalil visitou na manhã deste domingo, dia 20, as instalações da carreta Conexão Gentileza Digital e a oficina de drone ofertada aos moradores da Vila Acaba Mundo, na região Centro-Sul de Belo Horizonte. Acompanhado do Secretário de Obras e Infraestrutura e de Governo, Josué Valadão, do presidente da Urbel, Claudius Vinicius e do acompanhado do diretor de Infraestrutura da Empresa de Informática e Informação do Município (Prodabel), Leonardo Roscoe, o prefeito destacou a importância da iniciativa e falou dos investimentos feitos para tornar a capital cada vez mais incluída digitalmente. 

A Prefeitura de Belo Horizonte lançou, em dezembro de 2021, o Programa de Inclusão Digital de Belo Horizonte, voltado para a formação e capacitação em Tecnologia da Informação – o que contribui para a geração de emprego e renda na capital. A proposta é levar internet gratuita e com qualidade para todas as vilas, favelas e conjuntos habitacionais da cidade, beneficiando mais de 370 mil moradores, dos quais 45 mil alunos da rede municipal de ensino. 

O programa é gerenciado pela Prodabel e terá um investimento de R$ 44,6 milhões – recursos próprios da Prefeitura, que acredita na formação de novos talentos para trabalhar no setor de Tecnologia da Informação. “Hoje nós temos a saúde digitalizadas, o acesso à informação na prefeitura digitalizado. Todos os acessos ao BH Resolve digitalizados. Nos digitalizamos a prefeitura primeiro para depois fazer este programa espetacular. É um negócio sem volta. Vamos incluindo as pessoas, quem precisa, quem tá excluído. Nos anos 60 a gente tampava córrego, era o que se fazia para ajudar aos mais pobres. Agora, em 2022, a gente inclui digitalmente a população para dar robustez ao acesso para dar mais conforto e facilidade ao remédio, à consulta”, afirmou o prefeito.  

A implantação já começou e deve acontecer até o fim de 2022, com a expansão de 735 km de rede de fibra óptica, a instalação de 2,1 mil novos pontos de Wi-Fi gratuito em 218 vilas e favelas. Ainda estão sendo implantados nove Centros de Referência em Inclusão Digital, um em cada regional da cidade, além da oferta de 15.790 novas vagas em cursos de formação e capacitação. 

Uma grande novidade é que o programa também prevê  a doação de computadores ou dispositivos móveis para os domicílios que não possuem equipamentos de acesso à internet.  A Vila do Índio, localizada em Venda Nova, foi a primeira comunidade que recebeu o projeto, com instalação do Wi-Fi e a montagem de um telecentro. 

Carreta da Inclusão Digital 

A carreta da Inclusão Digital permanece na Vila Acaba Mundo até a próxima sexta-feira, dia 25, com atividades diárias, inclusive no sábado e domingo. A carreta também funciona como estação de recolhimento de equipamentos estragados e lixo eletrônico, que são recondicionados pela Prodabel. 

Todos os dias comunidade participa de oficinas gratuitas de Manutenção de Computadores, Desenvolvimento de Jogos com Scratch, Oficina de Iniciação à Programação para Crianças, Oficina de Uso de Drones e Mapas em BH, além de palestras sobre os cursos da Prodabel e a preparação para o mercado de tecnologia. 

O prefeito Alexandre Kalil ainda destacou o perfil de empresa de informática da capital, que, nos últimos anos, assumiu papel de ainda mais relevância para a comunidade. “A Prodabel é uma empresa dinâmica que faz cursos inclusivos para essa população. Atualmente, a Prodabel passa a ser uma empresa fundamental para a cidade de Belo Horizonte”.  

Graças ao programa de Inclusão Digital da Prodabel, a Vila Acaba Mundo recebeu a instalação de 18 APs (access points – pontos de acesso) que irradiam o sinal de internet para os mais de 1.200 moradores e 329 domicílios, 24 horas por dia.