Pular para o conteúdo principal

Sete profissionais da saúde estão dentro de Posto de Atendimento Médico

Postos Médicos Avançados reforçam atendimentos no Carnaval

10/02/2018 | 14:11 | atualizado em 21/02/2018 | 10:49

Os foliões do Carnaval de Belo Horizonte podem contar com apoio médico durante os dias de festas. Desde sexta-feira, 9 de fevereiro, às 18h, estão em funcionamento dois Postos Médicos Avançados (PMAs), que permanecerão em atendimento até 14, durante 24 horas, nos seguintes locais: Praça da Estação, dentro do Centro de Referência da Juventude-CRJ (Praça Rui Barbosa, 50/Centro) e na rua Paraíba, em frente ao número 340, no bairro Funcionários (próximo à Praça Tiradentes). Além dessa estrutura, as nove Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) estão dando suporte às equipes em campo, já que também funcionam todos os dias, 24 horas por dia.
 

Até o final da manhã deste sábado, 10 de fevereiro,  já haviam sido 50 atendimentos, sendo, em sua maioria, de jovens com até 25 anos alcoolizados, somente no PMA da Praça da Estação. Os casos mais graves foram de vítimas de intoxicação extrema por álcool e outras drogas.
 

Os locais foram escolhidos em função das rotas dos blocos e também por estarem localizados em regiões de fácil acesso aos hospitais. Nos PMAs são atendidas ocorrências como desidratação, intoxicação, crises convulsivas e pequenos traumas.
 

Os postos funcionam em tendas de 30 m², com 75 macas no total, desfibriladores, monitores não invasivos, medicamentos e soluções para hidratação venosa. O PMA da Praça da Estação têm a capacidade de realizar 25 atendimentos simultâneos e o PMA da rua Paraíba, 20 atendimentos simultâneos.
 

O PMA da Praça da Estação conta com quatro leitos na sala vermelha (para pacientes mais graves) e 14 leitos na sala amarela (pacientes menos graves). A equipe é formada por cinco médicos, três enfermeiros, nove técnicos de enfermagem, auxiliar de limpeza, segurança, administrativo e assistente social (apenas durante o plantão diurno).
 

Já o PMA da rua Paraíba funciona com dois leitos na sala vermelha (para pacientes mais graves) e dez leitos na sala amarela (pacientes menos graves). A equipe conta com três médicos, dois enfermeiros, seis técnicos de enfermagem, auxiliar limpeza, segurança e administrativo.

Ouça este conteúdo

Últimas Notícias

multidão em bloco nas ruas de belo horizonte Durante o Carnaval, Prefeitura intensifica campanha contra a importunação sexual

A proposta é levar aos diversos espaços públicos as ações educativas do Grupo Contra o Assédio Sexual a Mulheres no Transporte Coletivo.

21/02/2019 | 21:11
Cerca de dez servidores trabalhando em meio às obras e construções. Vilas São Tomaz e Aeroporto passam por transformação após retomada de obras

As obras do Programa Vila Viva nas vilas São Tomaz e Aeroporto, localizadas na região Norte da Capital, foram retomadas pela Urbel

20/02/2019 | 16:33