Pular para o conteúdo principal

Dezenove pessoas, homens e mulheres, em ambiente fechado, posando para foto, com as mãos esticadas em direção ao centro da sala.
Foto: Andrea Moreira/PBH

PBH promove encontro com instituições que prestam serviços de assistência social

09/07/2019 | 21:03 | atualizado em 10/07/2019 | 18:15

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Diretoria Regional de Assistência Social Pampulha, promoveu, no final de junho, encontro com instituições não governamentais que desenvolvem ações de Assistência Social no território da Pampulha. O encontro teve como objetivo apresentar as orientações gerais sobre o processo da pré-conferência e da Conferência de Assistência Social, que serão realizadas ainda este ano.

 

A reunião, iniciativa da Diretoria Regional de Assistência Social Pampulha, teve, ainda, o intuito de promover a interlocução com instituições que prestam ofertas públicas de Assistência Social no território. “Estamos buscando o alinhamento dessas ofertas aos princípios da política pública de Assistência Social, bem como a integração de ações capazes de assegurar mais qualidade na entrega dessas ofertas à população”, explicou a diretora regional de Assistência Social na Pampulha, Cláudia Melo.

 

O encontro foi importante também para promover e fortalecer a relação de proximidade das instituições participantes entre si e com a diretoria regional de Assistência Social e demais unidades públicas de assistência social, como os Centros de Referência de Assistência Social e os Centros de Referência Especializados de Assistência Social.  

 

Entre os participantes estavam coordenadores de unidades de acolhimento institucional; supervisores e presidentes de entidades; coordenadoras das unidades públicas estatais de assistência social dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e dos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS) da Regional Pampulha; trabalhadores que atuam no provimento de serviços socioassistenciais na rede governamental e não governamental e a gerente de apoio técnico e assessoramento à rede socioassistencial não governamental do Município. 

 

Para a coordenadora do Centro de Referência em Assistência Social Novo Ouro Preto, Fernanda Cristina da Silva, o encontro teve vários pontos positivos. “A articulação entre as entidades proporciona o intercâmbio de informações e de formação, a disseminação do conhecimento entre os três níveis de complexidade do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), a construção de estratégias coletivas, o atendimento conjunto das demandas, a criação e o aprimoramento de fluxos operacionais e interinstitucionais que são possíveis neste espaço”, destacou.

 

Para Cláudia Melo, foi possível identificar e conhecer melhor a rede local e regional e iniciar o processo de articulação com vistas a ampliar o diálogo entre as equipes CREAS/CRAS/Proteção Básica Regional e a rede socioassistencial. “Queremos qualificar o encaminhamento das famílias e indivíduos, fortalecendo a concepção e o pertencimento dessas entidades em uma rede SUAS, além de fomentar a discussão e atuação desta rede nas instâncias de controle social”, considerou. 


Últimas Notícias

Equipe de Vôlei sem Limites, acompanhada de dois membros da equipe técnica, em quadra poliesportiva. Equipe de vôlei composta por pessoas com deficiência disputa Campeonato

Campeonato Brasileiro será disputado, em São Paulo, por equipe de vôlei composta por pessoas com deficiência, com apoio da Prefeitura. 

17/09/2019 | 20:22
Jovem pinta favela em módulos quadrados no chão. PBH contribui com formação de jovens de áreas vulneráveis

Educação, arte e cultura fazem parte da formação de jovens moradores de áreas vulneráveis, por meio do Projovem. 

17/09/2019 | 19:05