Pular para o conteúdo principal

Três enfermeiras em ambiente hospitalar do Hospital Municipal Odilon Behrens, com macas e aparelhos hospitalares. Foto Ilustrativa.
Foto: SMSA/PBH

PBH investe em qualificação de profissionais de saúde

25/08/2017 | 19:28 | atualizado em 04/09/2017 | 09:36

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMSA), está reorganizando e reestruturando os processos de trabalho das Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que tem como grande desafio a segurança do paciente, garantindo uma maior resolutividade, assistência integral e humanizada aos usuários do SUS da capital. 

Uma das ações dessa reestruturação foi a instituição de um enfermeiro de referência para a Educação Permanente na Gerência de Urgência.  “Dentro da proposta da nova gestão, estamos reorganizando os processos de trabalho de forma a garantir uma assistência integral ao usuário em todo o seu atendimento nas unidades de urgência”, explica o enfermeiro responsável técnico pela educação permanente no serviço de urgência, Wesley Alves Borges.

As ações de qualificação  abrangem enfermeiros responsáveis de UPAs,  enfermeiros de atenção primária, técnicos de enfermagem e Agentes Comunitários de Saúde.
 

Enfermeiros responsáveis das UPAs

Os enfermeiros responsáveis das UPAs estão tendo vários cursos de qualificação e aperfeiçoamento. Em julho deste ano, cerca de 30 profissionais participaram do Curso de Qualificação em Gestão dos Enfermeiros enfermeiros da atenção primária Responsáveis Técnicos das Unidades de Pronto Atendimento e Serviço Móvel de Urgência da Prefeitura de Belo Horizonte. O curso abordou temas como gestão, processos e organização do trabalho, legislação e implantação da segurança do paciente na unidade de saúde.

Esta mesma categoria também têm à sua disposição o curso de especialização em Qualidade e Segurança do Cuidado ao Paciente na modalidade semipresencial. Fruto de parceria da SMSA com o Projeto de apoio ao SUS do Ministério da Saúde junto ao Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio Libanês, o curso permite que sejam efetivadas as ações preconizadas pelo Núcleo de Segurança do Paciente, uma determinação do Ministério da Saúde.
 

Outros profissionais

Até o final de 2017, também está prevista a realização de dois cursos de capacitação para dois outros profissionais das UPAs: o curso de Capacitação em Atendimento de Urgência e Emergência, para Enfermeiros do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, e o curso de Capacitação em Atendimento de Urgência e Emergência, para técnicos de enfermagem.

Até dezembro desde ano, enfermeiros da atenção primária serão treinados em noções de primeiros socorros e posteriormente replicarão este conteúdo para cerca de outros 2.300  Agentes Comunitários de Saúde do município. A gerência de urgência da SMSA, em parceria com o SAMU, também participa da capacitação de alinhamento dos facilitadores para o curso dos agentes comunitários.