Pular para o conteúdo principal

Sede da PBH iluminada com tom azulado
Adão de Souza/PBH

PBH ilumina sede e Praça da Liberdade contra câncer de próstata e diabetes

criado em 04/11/2022 - atualizado em 04/11/2022 | 17:30

A Prefeitura de Belo Horizonte ilumina, neste mês, com a cor azul dois locais públicos da capital: a sede na avenida Afonso Pena e a fonte do Cruzeiro do Sul, na Praça da Liberdade. A iluminação especial tem o objetivo de chamar a atenção para a prevenção do câncer de próstata e, também, para a realização do evento “24 horas pelo Diabetes”, no dia 26.

 

O Novembro Azul é dedicado à conscientização sobre o câncer de próstata. E o Dia Mundial de combate à doença é celebrado no dia 17.

 

Maior causa de mortes entre os homens, o câncer de próstata, em estágio inicial, normalmente não apresenta sintomas. Por isso, existe a necessidade de procurar os serviços de saúde com maior frequência. A idade é o principal fator de risco para o aparecimento da doença – o que geralmente ocorre a partir dos 65 anos. Portanto, a atenção à saúde do homem deve ser redobrada a partir dos 40 a 50 anos.

 

Na rede SUS, o primeiro atendimento ao homem é feito no centro de saúde, onde o médico define quais exames devem ser realizados, como o Antígeno Prostático Específico (PSA). O exame pode ser colhido na unidade e, conforme o resultado, o paciente é encaminhado para exame de toque e/ou outros exames feitos pelo médico urologista – que atua nas Unidades de Referência Secundária (URS).

 

Diabetes

 

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), uma em cada 11 pessoas no mundo convive com diabetes, que é uma doença crônica e, dessa forma, não há cura. Com o controle e o tratamento adequados, a pessoa com diabetes pode observar a normalização nos níveis de açúcar no sangue.

 

O Dia Mundial de Combate à Diabetes é lembrado em 14 de novembro. E, como forma de alertar a população, será realizado, em todo o Brasil, no dia 26 de novembro, o evento de mobilização “24 Horas pelo Diabetes”. A campanha é uma realização do Conselho Brasileiro de Oftalmologia.

 

Na Rede SUS-BH, a prevenção e o acompanhamento da doença acontecem na Atenção Primária à Saúde e também na Rede Secundária Especializada, com as atividades de promoção à saúde, os atendimentos nos centros de saúde e, ainda, as consultas dos médicos especialistas, como endocrinologistas, angiologistas, nefrologistas, urologistas e oftalmologistas.