Pular para o conteúdo principal

Autoridades municipais estaduais compõem a mesa de assinatura de parcerias, adesões e reforço da agricultura familiar realizada pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania.
Foto: Rodrigo Clemente/PBH

PBH fortalece política de segurança alimentar e nutricional

16/10/2017 | 17:51 | atualizado em 27/10/2017 | 08:42

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania (SMASAC), realiza, entre os dias 16 e 17 de outubro, o Seminário Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional. Na segunda-feira, dia 16, foram tomadas medidas para o fortalecimento da política de segurança alimentar e nutricional no Município, como a assinatura de um protocolo de parceria com o Sebrae, a adesão ao programa internacional de enfrentamento à fome - City Food Network - , além de ações de reforço da agricultura familiar. 

 

Durante o evento, realizado na sede da Prefeitura, foi assinada a abertura de licitação para ampliação do Programa Direto da Roça, que atualmente conta com 21 pontos de comercialização de produtos de pequenos agricultores da região metropolitana. De acordo com a Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania o programa terá sua capacidade ampliada para até 60 pontos em toda a cidade. Segundo Maíra Colares, os produtos da agricultura familiar trazem não só uma nova lógica de alimentação saudável, mas também a discussão sobre a geração de renda. “A nossa meta é que, em breve, Belo Horizonte seja a capital da agroecologia”, afirmou.



Parceria com Sebrae

A parceria com o Sebrae prevê ações com foco especial na qualificação para o empreendedorismo e será estruturada a partir das secretarias municipais de Desenvolvimento Econômico; Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania; e de Educação, e também da Belotur. Além da promoção da cultura empreendedora no Município, são eixos do protocolo: a valorização da gastronomia mineira articulada a agroecologia e o incremento das compras institucionais para implantação de microssistemas de aquisição de produtos da agricultura familiar e urbana. 



Plataforma City Food Network

Belo Horizonte é a primeira cidade na América Latina a aderir à plataforma City Food Network. A adesão irá possibilitar que a capital mineira participe de projetos internacionais de aperfeiçoamento das políticas locais de segurança alimentar e nutricional. De acordo com o secretário executivo do ICLEI para América do Sul, Rodrigo Perpétuo, Belo Horizonte é a cidade que materializou esta perspectiva de as cidades contribuírem, a partir de uma política de segurança alimentar e nutricional, com o enfrentamento da fome do mundo. “Ao aderir a esta plataforma, a cidade faz uma reconexão com sua tradição que sempre foi de vanguarda no campo da segurança alimentar”, declarou.