Pular para o conteúdo principal

Arte de divulgação
Foto: Arte/Divulgação

Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e a Energia concede a BH selo de qualidade

criado em 08/04/2021 - atualizado em 08/04/2021 | 17:12

O Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e a Energia (GCoM), a maior aliança mundial de prefeitos e líderes locais compromissados com a ação climática, reconheceu o trabalho do prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, para reduzir os efeitos do aquecimento global. “Por meio de seu compromisso ativo para uma ação climática ambiciosa, o senhor faz parte de uma resposta histórica e poderosa das cidades do mundo para enfrentar a crise climática”, diz o documento enviado ao prefeito da capital mineira. 

 

O fórum internacional concedeu ao município “selos de qualidade ambiental”, entre eles, as medalhas de mitigação e adaptação, por ter concluído ano passado etapas importantes do plano municipal de ação climática, em conformidade com os requisitos do GCoM. Confira aqui: https://www.globalcovenantofmayors.org/cities/latin-america/brazil/belo-horizonte/

 

Em 2020, a Prefeitura de Belo Horizonte entregou o 4º Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE). No período de 2014 a 2019, segundo o documento, houve uma redução de 22% nas emissões. No mesmo ano, a PBH também publicou a revisão do Plano de Redução de Emissões de Gases do Efeito Estufa (PREGEE), com metas ambiciosas de redução de 37% já em 2030 e 41% em 2040. 

 

Compromisso 

 

“O compromisso de Belo Horizonte com o Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e a Energia conecta sua cidade à maior aliança global comprometida com a liderança climática das cidades, com base no compromisso de mais de 10,5 mil governos locais de seis continentes, representando mais de 900 milhões de cidadãos em todo o mundo”, diz outro trecho do documento enviado ao prefeito. 

 

Segundo o texto, as cidades comprometidas com o Pacto Global concordam em avançar com a ação climática em três áreas principais: reduzir as emissões de gases de efeito estufa, identificar - e se adaptar aos - riscos associados às mudanças climáticas e aumentar o acesso à energia limpa e acessível. 

 

“À medida que Belo Horizonte implementa seus compromissos climáticos, seu progresso é reconhecido por um sistema de medalhas compartilhadas com a comunidade global”, conclui a carta de reconhecimento. 

 

Para o secretário municipal de Meio Ambiente, Mário Werneck, o reconhecimento internacional sobre as ações de mitigação e adaptação climática realizadas em Belo Horizonte é fruto de um trabalho coletivo. “Temos pela frente desafios enormes para reduzir os gases de efeito estufa em nossa região e Belo Horizonte tem feito a sua parte, graças ao envolvimento da sociedade civil, agentes do poder público e do terceiro setor”, afirmou Werneck.