Pular para o conteúdo principal

Imagem da obra nos córregos Marimbondo (Bairro Santa Mônica) e Lareira (Bairro São João Batista)
Foto: Arte PBH

Obras da PBH para a prevenção de enchentes avançam na região de Venda Nova

14/07/2020 | 16:29 | atualizado em 17/07/2020 | 16:42

Iniciadas há um ano pela Prefeitura de Belo Horizonte, parte das obras de tratamento de fundo de vale e contenção de cheias da bacia do Córrego do Nado já estão com algumas frentes de trabalho concluídas. Localizada na região de Venda Nova, a obra tem o objetivo de atuar nos córregos Marimbondo (Bairro Santa Mônica) e Lareira (Bairro São João Batista) e faz parte da primeira etapa das intervenções para a prevenção de enchentes da avenida Vilarinho e no entorno. Os trabalhos são conduzidos pela Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap), com investimento de aproximadamente R$ 40 milhões, recursos repassados pelo Programa de Aceleração do Crescimento, com contrapartida do Fundo Municipal de Saneamento. A previsão de conclusão é para o final de 2021.

As intervenções seguem cumprindo o cronograma, com a conclusão de 100% da canalização, 60% da rede interceptora de esgoto, 20% da Bacia 01, 70% das redes de drenagem e já iniciados os serviços de Urbanização do Córrego Lareira.  Já no Córrego Marimbondo foi executado 100% do mini túnel, e estão em execução as duas caixas que fazem a interligação com o córrego que chega à avenida Álvaro Camargos (antiga avenida 12 de Outubro), além da conclusão da canalização do trecho entre as ruas Rui Barbosa e Alberto de Oliveira e Ministro de Oliveira Salazar. A utilização desse sistema construtivo não só proporciona a correção do curso d’água, como também reduz de forma significativa os impactos gerados para a população do entorno, no bairro Santa Mônica. A expectativa é de que, ao regular as vazões dos córregos Marimbondo e Lareira, melhora-se a capacidade de escoamento do córrego Vilarinho.

No trecho do córrego Lareira, entre as ruas Hye Ribeiro e Elce Ribeiro, será feita a construção de duas bacias de concreto armado, com a função de reter e controlar a vazão da água e, por conseguinte, evitar inundações à jusante. Uma rede interceptora de esgoto já foi implantada nas margens direita e esquerda no trecho da avenida Álvaro Camargos. A urbanização da Praça 1, situada na rua Hye Ribeiro, e a terraplenagem da Praça 6, na avenida Álvaro Camargos, também estão em andamento.

O superintendente da Sudecap, Henrique Castilho, assinala os benefícios para os moradores da região. “Nós temos um compromisso com o cidadão e estamos trabalhando com muito empenho para que as próximas chuvas não sejam motivo de riscos e preocupações para os moradores de Venda Nova. Além disso, com a implantação dos interceptores de esgoto, a população poderá perceber uma sensível melhora na qualidade de vida e nas condições sanitárias do local. Também já estamos montando o canteiro de obras para a segunda etapa das intervenções na Vilarinho”, afirma Castilho.


Últimas Notícias

Imagens da região da Comunidade Dandara durantes a urbanização PBH leva urbanização e melhorias na qualidade de vida à Comunidade Dandara

A Comunidade Dandara possui hoje cerca de 1,35 mil famílias morando nas mais de 20 ruas transversais.

12/08/2020 | 16:43
Imagens aérea do centro de Belo Horizonte PBH cria Comitê de Acompanhamento da Implementação da Lei Aldir Blanc

O comitê é composto por 23 integrantes, sendo 11 do executivo municipal e 11 da sociedade civil, além de um representante técnico da UFMG.

12/08/2020 | 16:43