Pular para o conteúdo principal

Nova sede do Conselho Tutelar Noroeste funciona na Regional

18/12/2017 | 13:51 | atualizado em 10/05/2018 | 16:19

 

Redução de gastos e integração dos diversos serviços públicos. Conforme as diretrizes da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), a nova sede do Conselho Tutelar Noroeste já está em funcionamento desde novembro no prédio da Coordenadoria de Atendimento Regional – Noroeste, localizado à rua Peçanha, 144, no bairro Carlos Prates.

 

Os objetivos desta mudança é reduzir os custos para o município e aproximar os serviços que dão suporte ao Conselho Tutelar, tais como saúde, educação e assistência social, tornando o atendimento à criança e ao adolescente mais prático e imediato.

 

Segundo a Secretaria de Assistência Social, a intenção é mudar todos os Conselhos Tutelares para as sedes regionais da PBH, a exemplo do que já ocorria com as Regionais Nordeste e Oeste. O Conselho da Regional Centro-Sul não funciona em sede própria, mas está alocado em um prédio no qual estão outros setores da PBH (Rua Tupis, 149). O Conselho da Regional Noroeste foi o último de 2017 a mudar – os próximos serão Oeste, Barreiro e Venda Nova.

 

Todo o terceiro andar da Regional Noroeste foi preparado e adaptado para receber o Conselho Tutelar.  Com relação aos custos, a mudança vai gerar uma economia mensal de R$ 3 mil, com aluguel e outras despesas. Agora, a nova sede ocupa uma área maior que a anterior, com espaço amplo para espera, salas individuais para atendimento e acessibilidade principalmente para pessoas que usam cadeira de rodas, pois o prédio conta com elevador. Além disso, há uma brinquedoteca na qual as crianças podem exercitar a criatividade enquanto são atendidas.

 

O coordenador da Regional Noroeste, Dr. Saulo Queiroz, destaca os benefícios da planejada mudança. “A vinda do Conselho Tutelar Noroeste para o prédio principal da administração é uma decisão de governo para melhorar o acesso aos demais serviços que prestam suporte a este. Ganha-se agilidade, conforto, proximidade, funcionalidade e, além de tudo, economia, tendo menos um imóvel alugado para gerar gastos”, salienta Saulo.

 

Conselheira e presidente do Conselho Tutelar da Regional Noroeste, Rosimeire Pinto comemorou a inauguração da nova sede. “Trabalhamos com vários outros serviços de atendimento à criança e adolescente, e estar tão perto desses setores facilita para o usuário e sua família.”

 

O atendimento do Conselho Tutelar Noroeste é feito de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. Nos finais de semana e feriados, há plantões à noite.  

 

“Eu procurei o Conselho para que me ajudassem na emissão de um documento para a minha filha adolescente e fui muito bem atendido, de forma rápida. Gostei da nova sede e achei bem localizada e acessível”, diz Anderson Braga, usuário do Conselho Tutelar Noroeste.

 

O Conselho Tutelar recebe os menores e suas famílias baseado no Estatuto da Criança e do Adolescente, oferecendo orientação e acompanhamento para assuntos como frequência e vagas em escolas, encaminhamentos para cursos e empregos de menor aprendiz, pedidos de pensão alimentícia, situações de abuso e violação de direitos. Os casos mais graves, como denúncias, são apurados com acompanhamento familiar.

 

Crianças que não falam sobre o ocorrido são encaminhadas para o hospital de referência para realização de exames. Já as que são capazes de verbalizar têm o caso encaminhado à delegacia e ao Instituto Médico Legal – e são tomadas as medidas cabíveis, como o pedido de afastamento da pessoa acusada e, em última opção, encaminhamento para acolhimento institucional ou de parentes, tendo acesso também ao acompanhamento psicológico.

 

 

Estatuto da Criança e do Adolescente

O ECA é o marco legal e regulatório dos direitos humanos de crianças e adolescentes, e tem como objetivo a proteção integral desse público. O Estatuto divide-se em dois livros: o primeiro trata da proteção dos direitos fundamentais à pessoa em desenvolvimento, e o segundo trata dos órgãos e ações de proteção. Os procedimentos de adoção, aplicação de medidas socioeducativas, criação e atuação dos Conselhos Tutelares e do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente estão entre as medidas que encontramos na publicação.

 

A proteção da criança e do adolescente e de suas famílias no âmbito municipal se dá por meio de uma rede importante, com um rol de serviços diversificados e de territorialidades. Além dos Conselhos Tutelares que estão estruturados em todas as nove regionais da cidade, o município conta com serviços específicos para o combate a fenômenos como o trabalho infantil, a exploração e o abuso sexual de crianças e adolescentes, a situação de rua, bem como de outras situações de desproteção social.


Últimas Notícias

Prédio da Prefeitura é iluminado em sinal de luto pelas vítimas da Covid-19 Prédio da Prefeitura é iluminado em sinal de luto pelas vítimas da Covid-19

No sábado, o prefeito Alexandre Kalil decretou luto oficial de três dias no município, por meio do Decreto 17.409/2020.

10/08/2020 | 18:29
Imagens da hidrossemeadura realizada no bairro Paulo VI Obra de contenção de encosta no Paulo VI está em fase final

Antes da conclusão do empreendimento, será preciso fazer apenas um complemento de obra, que inclui a construção de dois muros de arrimo.

10/08/2020 | 16:52