Pular para o conteúdo principal

mão toca bijuterias expostas em barraca; ao fundo, pessoas transitam.
Foto: Stênio Lima/PBH

Mulheres são maioria em feira da Economia Solidária

05/03/2018 | 19:24 | atualizado em 02/04/2018 | 10:18
Para quem procura um presente para o Dia Internacional da Mulher, ou apenas aprecia produtos criativos, artesanais e com bons preços, uma boa dica é visitar a feira da Economia Popular Solidária. Ela será realizada nos dias 8 e 9 de março, das 9h às 18h, na rua Goiás entre avenida Augusto de Lima e rua da Bahia.

Serão montadas 60 barracas onde serão expostos itens de confecção como roupas, bolsas, almofadas, bordados, tapetes e artigos de cama, mesa e banho. Também serão vendidas bijuterias e acessórios; peças de decoração e produtos de alimentação, como bebidas não alcoólicas, bolos, pães, geléias, compotas, bombons e trufas.

Em Belo Horizonte, as mulheres são a grande maioria entre os integrantes dos empreendimentos econômicos solidários, que seguem fundamentos como a cooperação, a geração de renda para pessoas sem inserção no mercado formal de trabalho, a capacitação, a valorização dos produtos locais, o preço justo e a sustentabilidade.

A feira de Economia Popular Solidária é uma promoção da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE), por meio da Diretoria de Economia Solidária  da Subsecretaria de Trabalho e Emprego. O objetivo é divulgar os princípios dessa forma de organização produtiva e apresentar ao público o trabalho de alguns empreendedores desse segmento na capital.
 


Feira de Economia Popular Solidária

Dias 8 e 9 de março, das 9h às 18h.
Rua Goiás entre Av. Augusto de Lima e Rua da Bahia.
Informações para a imprensa: 3246- 0065