Pular para o conteúdo principal

Mais de vinte crianças com menos de sete anos, acompanhadas de professores, nas ruas da Pampulha com cartaz sobre a Semana de Educação Infantil
Foto: Regional Pampulha/PBH

Manifestação marca Semana da Educação Infantil na Pampulha

05/09/2017 | 19:06 | atualizado em 05/09/2017 | 19:15

Ao longo da semana de 21 a 26 de agosto de 2017, as crianças de todas as instituições da Educação Infantil em Belo Horizonte tiveram um agenda ainda mais movimentada por uma programação especial. Afinal, comemorou-se a Semana Nacional da Educação Infantil. Até sexta-feira, foram realizadas cerca de 284 visitas em 37 espaços culturais parceiros da Secretaria, como parques, centros culturais, museus e bibliotecas - cerca de 7 mil crianças, de 4 e 5 anos, participaram desses passeios. Catorze ações de formação para os professores também aconteceram, durante esta semana, em vários espaços da cidade.
 

A Semana Nacional da Educação Infantil foi instituída pela Lei Federal 12.602 de 3 de abril de 2012 e acontece em homenagem à doutora Zilda Arns, médica e sanitarista brasileira, que foi uma das fundadoras da Pastoral da Criança. O ponto alto da semana é o dia 25 de agosto, Dia Nacional da Educação Infantil. Para esse dia, as Unidades Municipais de Educação Infantil (Umeis), as Escolas Municipais de Educação Infantil (Emeis), as escolas municipais de Ensino Fundamental com turmas de Educação Infantil e as creches parceiras do município prepararam uma ação especial: a partir das 9h, todas as crianças da Educação Infantil foram convocados para dar uma volta no quarteirão de suas escolas para marcar presença na cidade.
 

“Ter uma data comemorativa nacional para a Educação Infantil é muito mais do que um evento de festividades. É uma afirmação da importância e significado dessa etapa da Educação Básica na vida e na formação das crianças desse país. Considerando o histórico da Educação Infantil, o estabelecimento dessa agenda anual é uma ação política altamente significativa para o fortalecimento das políticas públicas e para o reconhecimento social dos sujeitos da primeira infância”, afirma Mayrce Terezinha da Silva Freitas, gerente de Coordenação da Educação Infantil.
 

Crianças nas ruas

Todas as instituições de Educação Infantil da rede própria e parceira foram convidadas a participar da comemoração da Semana Nacional da Educação Infantil e, além das atividades propostas pela Secretaria, desenvolver sua própria programação ao longo dessa semana. Na Umei Ouro Preto, foram previstas oficinas variadas, com atividades de jogos matemáticos , leitura, culinária, entre outras.
 

No dia 25 de agosto (sexta-feira), a partir das 9h, as crianças que estudam nas instituições municipais e parceiras que oferecem essa etapa de ensino tomaram as ruas de Belo Horizonte. Todas participaram de uma passeata ao redor de suas unidades. Com essa passeata, as crianças e seus professores convidaram a cidade para olhar para a Educação Infantil e refletir sobre sua importância.
 

“Temos certeza de que a Educação Infantil que existe hoje é fruto de uma construção coletiva e militante dos profissionais e das famílias que acreditam nos direitos das crianças da primeira infância e trabalham para sua implementação. Apesar de haver ainda muito o que avançar, grandes conquistas já foram alcançadas” afirma Mayrce Terezinha. 


Oportunidade de Formação

A Secretaria Municipal de Educação ofereceu cursos e palestras para os professores. As ações de formação desenvolvidas pela Smed durante a Semana Nacional de Educação Infantil contemplaram cerca de 1.000 profissionais. Entre as atividades de formação para professores da Educação Infantil, foram programadas palestras e rodas de conversas.
 

Na Regional Pampulha, existe 1 Escola Municipal de Educação Infantil, 15 Unidades Municipais de Educação Infantil (UMEIs) e  21 creches parceiras conveniadas com a PBH totalizando aproximadamente um atendimento à 7.618 crianças entre 0 até 6 anos.
 

Todas as instituições de educação infantil da Pampulha realizaram ações para comemorar a Semana Nacional da Educação Infantil dentre elas atividades com as famílias, caminhadas e passeatas ao redor das instituições, rodas de músicas e brincadeiras, contação de histórias, teatro na UMEI, visita ao Centro de Saúde e outros equipamentos públicos no entorno, além de passeios à espaços culturais da Regional Pampulha e da cidade.