Pular para o conteúdo principal

Mais de 1,6 mil aposentados da PBH devem fazer prova de vida até o fim deste mês
Foto: Rodrigo Clemente/PBH

Mais de 1,6 mil aposentados da PBH devem fazer prova de vida até o fim deste mês

criado em 04/10/2022 - atualizado em 04/10/2022 | 16:37

Os 1.649 aposentados e pensionistas da Prefeitura de Belo Horizonte, que fazem aniversário em outubro, devem fazer a prova de vida até o dia 31 deste mês. O procedimento é obrigatório e tem que ser feito, presencialmente, em qualquer agência ou posto de atendimento do Banco Bradesco. 

A sugestão é que o beneficiário compareça entre os dias 11 e 25 de outubro à agência, já que, no período, a circulação de pessoas nesses espaços é menor.  Na unidade bancária o interessado deverá realizar o procedimento em um terminal de autoatendimento e imprimir o comprovante garantindo que o recadastramento foi efetivado.

Os beneficiários que não comparecerem no prazo terão seus salários suspensos. A regularização do pagamento só ocorrerá no mês seguinte ao da realização da prova de vida, respeitando a data de processamento da folha de pagamento. 

Caso o aposentado ou pensionista não tenha a biometria cadastrada ou não consiga realizar a prova de vida pelo equipamento de autoatendimento por qualquer motivo, ele deverá apresentar os documentos originais de identidade (ou outro comprovante com foto) e CPF ao atendente do banco.

Exceções 

 Nas situações abaixo, a prova de vida poderá ser realizada fora dos equipamentos de autoatendimento ou das agências:
 - Se for pensionista menor de 18 anos de idade;
- Caso esteja impedido de se locomover por questões médicas;
- Quando não possuir cadastro biométrico por qualquer motivo;
- Quando a biometria não puder ser lida por qualquer motivo;
- Para o beneficiário que tenha sido declarado absolutamente incapaz em processo judicial;
- Quando o beneficiário residir ou estiver em viagem ao exterior. 

Pagamentos suspensos 

Dos 1.514 aniversariantes de setembro, 591 não fizeram o procedimento de prova de vida até o dia 3/10 e terão o pagamento de outubro suspenso.
Já os 174 aniversariantes de agosto, que não fizeram o procedimento até o dia 21 de setembro, estão com seus salários suspensos. Desse total, 53 já compareceram ao Bradesco e regularizaram a situação e terão o pagamento liberado no dia 20 de outubro.
Outros 71 beneficiários, que deveriam ter feito a prova de vida nos meses de maio, junho e julho, também estão com os salários bloqueados. O crédito do benefício será retomado assim que a situação for regularizada, respeitando a data-limite de processamento da folha de pagamento. 

Anual 

A prova de vida será realizada até o final do ano e cada grupo deve ir presencialmente ao banco no mês de nascimento. A Prefeitura esclarece que não é necessário o comparecimento daqueles que fizeram aniversário nos meses de janeiro, fevereiro, março e abril. Nesses casos, a obrigatoriedade será em 2023. 

Suspenso desde março de 2020, em razão da pandemia da Covid-19, o processo foi reativado em maio, após a vacinação da maior parte da população e a estabilização dos indicadores epidemiológicos e assistenciais. 

A prova de vida é feita para confirmar que o aposentado/pensionista está vivo e, assim, inibir possíveis irregularidades no recebimento de salário por terceiros. Ao todo, a Prefeitura conta com 20,2 mil aposentados e pensionistas. 

Clique aqui e consulte mais informações.