Pular para o conteúdo principal

Agrofloresta
Divulgação/PBH

Inundações dão lugar a agrofloresta e academia em espaço revitalizado de BH

criado em 10/11/2022 - atualizado em 10/11/2022 | 16:10

O local onde viviam cerca de 760 famílias, removidas das margens do ribeirão do Onça, no bairro Ribeiro de Abreu, região Nordeste da capital, tem passado por importantes transformações. O espaço que antes sofria com inundações e colocava os moradores em risco,  recebeu a ação da Prefeitura de Belo Horizonte - que foi abraçada pela comunidade - e atualmente tem agrofloresta, horta, pomar, quadra, parque e academia a céu aberto.

 

O secretário Municipal de Meio ambiente, Mário Werneck, visitou, nesta quinta-feira (10) o local, e viu de perto a área transformada. “É uma honra estar aqui hoje vendo a criação de uma minifloresta. Foram plantadas 570 árvores entre nativas e frutíferas. Esse trabalho é que faz com que a gente se sinta cada fez mais feliz no intuito de fazer uma Belo Horizonte mais feliz”.

 

O projeto das agroflorestas é uma iniciativa que será expandida para mais espaços da cidade, segundo Mário Werneck. “Nós temos hoje o intuito de fazer 9 áreas, 9 áreas se agroflorestas. Então, serão nove comunidades atingidas da mesma forma. E vou dizer para vocês uma coisa: não precisa gastar muito não. É amor, vontade de ajudar, vontade de fazer. Isso aqui é um retrato fidedigno de qualidade de vida”, disse.

 

A família de Danilo morava em um barracão e todo ano sofria com enchentes e falta de segurança. Atualmente, ele tem casa própria e é um dos que ajuda na manutenção do espaço. “Se você conversar com todo mundo que saiu daqui e participou desse processo, acredito que 100% dos relatos vão ser de que foi uma transformação para muito melhor, para a vida e segurança dessas pessoas. Hoje todos veem com outros olhos e tem uma qualidade de vida melhor e, consequentemente, são pessoas mais felizes”.

 

A comerciante Marcília Macedo é moradora do Ribeiro de Abreu há 30 anos. Ela agradece às mudanças feitas e diz que elas elevaram a autoestima de quem vive ali. “O visual pra mim então que trabalho de frente para a horta é um relax. Esse verde bonito, essas plantações que eles estão colocando aí. Além do bairro ficar mais bonito, ele fica mais leve! E todo muito mais feliz!”