Pular para o conteúdo principal

Foto de Belo Horizonte vista do alto, com foco no Parque Municipal

Inscrições abertas para o seminário Cidades e Destinos Turísticos Inteligentes

10/09/2018 | 18:48 | atualizado em 01/11/2018 | 15:52

Termina no próximo dia 18 o prazo para as inscrições para o Seminário Cidades e Destinos Turísticos Inteligentes, um convite ao debate de políticas públicas e iniciativas de mercado voltadas para o tema. O evento, destinado a todos os agentes da cadeia produtiva turística e tecnológica, será realizado nos dias 20 e 21 de setembro, no auditório JK da Prefeitura de Belo Horizonte. Os ingressos são gratuitos e podem ser retirados no Sympla
 

O conceito de cidades inteligentes (smart cities) se define pelo uso da tecnologia para melhorar a infraestrutura urbana e tornar os centros urbanos mais eficientes e melhores de se viver. Tais nomenclaturas levam em consideração tanto o nível de tecnologia adotada quanto a abrangência da mesma na cidade.
 

“É com base nessa contextualização e atenta ao contexto global que a Belotur, como órgão competente pelas políticas públicas e desenvolvimento das atividades turísticas em Belo Horizonte, buscou estimular o debate crítico e o apoio à inovação que reforça o desenvolvimento resiliente e sustentável do turismo na capital mineira”, comenta Aluizer Malab, presidente da Belotur.
 

O seminário está dividido entre palestras e painéis, na parte da manhã, e workshops à tarde. O evento tem início com a conferência ‘Planejamento Urbano e Cidades Inteligentes’, de Jorge Pérez Jaramillo, responsável pelo Plano de Ordenamento Territorial de Medellín (2014-2027), conhecido como o “milagre de Medellín”. Em seguida, acontece a apresentação do painel ‘Cidades Inteligentes’, com mediação de Stella Hiroki, consultora com foco na participação feminina para o desenvolvimento de cidades inteligentes. Estarão presentes na mesa Jorge Pérez Jaramillo; Thaís Nahas, idealizadora do Lab de Inovação Urbana Florianópolis e consultora na Intelink; e Bráulio Magalhães Fonseca, vice-chefe do Departamento de Cartografia da UFMG.
 

O workshop do primeiro dia também será ministrado por Stella Hiroki. Os inscritos serão divididos em seis grupos (Smart People, Smart Economy, Smart Governance, Smart Living, Smart Mobility e Smart Environment) e discutirão projetos a partir de suas experiências e ideias para aplicar a tecnologia de forma mais consciente em seu cotidiano urbano.
 

O segundo dia de programação contará com a palestra de Frederico de Arteaga Vidiella, Diretor de Planejamento do Grupo Jose Cuervo, da cidade de Tequila, no México. O tema é a ‘Certificação de Destinos Turísticos Inteligentes’. O painel será mediado por Danielle Fernandes Costa Machado, coordenadora do Curso de Turismo da UFMG. Participam ainda Max Oliveira, Cofundador e CEO da MaxMilhas e Federico de Arteaga Vidiella. Para fechar os trabalhos, acontece o workshop ministrado por Danielle Machado, que vai abordar o e-turismo e a inovação no marketing de destinos turísticos inteligentes.
 

Confira a programação completa no aqui da PBH.

Últimas Notícias

Equipe do time de futebal Radiante, com cerca de 22 integrantes, comemora vitória do módulo B da Copa Centenário. Radiante e Taquarinense comemoram o título da Copa Centenário 2018

Radiante Futebol Clube e Taquarinense Futebol Clube são os campeões dos módulos B e C da Copa Centenário de Futebol Amador Wadson Lima 2018.

12/11/2018 | 19:42
Centro de Saúde Cafezal será reaberto com estrutura ampliada e novas instalações

A Prefeitura de Belo Horizonte vai entregar para a população, em dezembro, o novo Centro de Saúde Cafezal.

12/11/2018 | 19:33