Pular para o conteúdo principal

Veterinário examina animal
Foto: Divulgação PBH

Hospital Público Veterinário de BH atenderá somente urgências e emergências

criado em 08/03/2021 - atualizado em 08/03/2021 | 17:15

Em razão das novas determinações da administração municipal para evitar o contágio pelo Coronavírus, o Hospital Público Veterinário de Belo Horizonte atenderá exclusivamente os casos de urgência e emergência até o fim dessa fase mais restritiva.  O primeiro centro veterinário gratuito da cidade, uma parceria entre a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, e a Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais – Seção São Paulo (Anclivepa-SP), começa a funcionar nesta terça-feira, dia 9.

 

Localizado no bairro Carlos Prates, na região Noroeste da capital, o Hospital Público Veterinário terá capacidade de atendimento de 30 cães ou gatos por dia, sendo 27 atendimentos para animais da população de baixa renda e três para animais de protetores ou entidades de defesa do animal, situadas no município.

 

Durante essa fase de suspensão das atividades não-essenciais, cirurgias eletivas também estarão suspensas. A triagem para os atendimentos de urgência e emergência estará disponível de segunda a sexta-feira, a partir das 8 horas. Apenas uma pessoa terá a entrada autorizada para acompanhar o animal durante o atendimento, e a orientação é que a população não forme filas em frente à unidade.

 

Os casos urgentes são aqueles entendidos como uma situação clínica ou cirúrgica, sem risco de morte iminente, mas que se não for tratada, pode evoluir para um quadro mais grave, como tumores com feridas, icterícia (animal amarelado) e secreção na região genital (no caso de fêmeas).


Como emergência, são identificados os casos que implicam risco imediato de morte, que exigem tratamento nos primeiros momentos após sua constatação (atropelamento, hemorragia ativa, convulsão, perda de consciência, falta de ar e gato que para de urinar).

 

Todos os cuidados individuais para evitar a contaminação pelo Coronavírus devem ser adotados, como uso de máscara e álcool em gel, distanciamento social e, principalmente, evitar aglomerações. Pessoas do grupo de risco devem evitar sair de casa.