Pular para o conteúdo principal

Garis da SLU fazendo a desinfecção de locais na cidade
Foto: Divulgação PBH

Higienização da cidade busca combater a proliferação do Coronavírus

09/04/2020 | 12:03 | atualizado em 14/04/2020 | 17:06

A Prefeitura de Belo Horizonte está lavando e desinfetando diversos pontos considerados estratégicos na prevenção da propagação da Covid-19 em todas as regiões da capital. São áreas próximas a hospitais, Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs), Centros de Saúde, rodoviária e a outros locais de grande acesso de pessoas. As ações tiveram início em 23 de março e contam com o uso de caminhões-pipa. Garis da Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) utilizam, além de água, desinfetantes, cloro e sabão em pó.

 

Para a diretora Operacional da SLU, Andréa Fróes, a desinfecção desses lugares é de extrema importância por promover a diminuição da carga viral, protegendo não somente as pessoas que já apresentam alguma fragilidade de saúde, mas também a todos os cidadãos que necessitam transitar por esses ambientes, por motivos profissionais ou de urgência. “Com esse serviço, estamos garantindo à população a possibilidade de menor contaminação pelo Coronavírus, o que nos permite reforçar o controle da pandemia”, destaca a diretora.

 

Andréa ressalta ainda que esta é uma lavação especial, diferente da que a SLU realiza normalmente em vias e espaços públicos. “Nesses casos, utilizamos apenas água e sabão; já na lavagem feita com o objetivo de conter o Coronavírus, também usamos o cloro e o desinfetante”, explica.

 

 

Outras medidas 

Paralelamente à desinfecção, a SLU adotou outros procedimentos emergenciais em virtude da pandemia da Covid-19. A coleta seletiva foi suspensa na cidade também em março, para evitar o manuseio dos resíduos durante a triagem do material reciclável nos galpões das cooperativas e associações parceiras do Município.

 

A coleta de lixo domiciliar continua funcionando normalmente em todas as regiões da cidade, mas os garis enquadrados nos grupos de riscos foram afastados. Os uniformes desses profissionais estão sendo higienizados e trocados diariamente. Eles também estão usando Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) como luvas, máscaras, bonés e botas. Foi disponibilizado álcool em gel nos caminhões para os garis e motoristas. A fim de evitar aglomerações, no começo da jornada diária de trabalho, os coletores estão se dirigindo diretamente aos pontos de início de coleta nos bairros. Dessa forma, eles não estão se encontrando mais nas sedes das empresas ou sendo transportados em vans ou cabines de caminhão. Os que estão sendo transportados pelas empresas vão em menor número em outros veículos. O mesmo ocorre com os garis de varrição.

 

 

Cuidados ao embalar o lixo

A SLU recomenda que o cidadão deve acondicionar seus resíduos para a coleta domiciliar em sacos duplos, bem fechados e com, no máximo, dois terços (2/3) preenchidos de sua capacidade total de armazenamento para facilitar o lacre e evitar o rompimento. Observar, do mesmo modo, se não há nenhum tipo de perfuração nessas embalagens.

 

Os materiais cortantes ou pontiagudos devem ser envolvidos em caixas de papelão resistente ou em outro invólucro que evite rupturas acidentais, como garrafas PET e embalagens do tipo Longa Vida para, somente depois disso, serem ensacados e postos para o recolhimento na calçada.

 


Últimas Notícias

Imagens da região da Comunidade Dandara durantes a urbanização PBH leva urbanização e melhorias na qualidade de vida à Comunidade Dandara

A Comunidade Dandara possui hoje cerca de 1,35 mil famílias morando nas mais de 20 ruas transversais.

12/08/2020 | 16:43
Imagens aérea do centro de Belo Horizonte PBH cria Comitê de Acompanhamento da Implementação da Lei Aldir Blanc

O comitê é composto por 23 integrantes, sendo 11 do executivo municipal e 11 da sociedade civil, além de um representante técnico da UFMG.

12/08/2020 | 16:43