Pular para o conteúdo principal

Chipanzé Lunga à frente folhagem.
Foto: Suziane Fonseca

Fundação de Parques e Zoobotânica comunica o falecimento do chimpanzé Lunga

30/04/2019 | 21:04 | atualizado em 02/05/2019 | 08:41

A Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica comunica, com profundo pesar, o falecimento do chimpanzé (Pan Troglodytes) Lunga, na terça-feira, dia 30 de abril, no Jardim Zoológico de Belo Horizonte. O animal, que completaria 18 anos em outubro, vinha sendo monitorado desde a segunda-feira, dia 29, por apresentar um comportamento alterado (indisposição), mas veio a óbito nas primeiras horas desta terça-feira.

 

A equipe técnica do Zoológico de Belo Horizonte está focada na investigação das possíveis causas da morte. O corpo do animal passará por exames de necropsia e os resultados devem ser apresentados em 30 dias. O Zoológico de BH possuía três indivíduos desta espécie em seu plantel sendo Lunga, nascido no próprio Zoo de Belo Horizonte, Serafim (de 31 anos, pai de Lunga, vindo do Zoo de Barcelona) e Dorothéia (de 39 anos, meia-irmã de Lunga, também nascida no Zoo de BH).