Pular para o conteúdo principal

crianças fantasiadas de super heróis (The Hulk, Capitão América e Iron Man) em folia carnavalesca

Folia infantil toma conta do Parque Municipal neste domingo, dia 3

01/03/2019 | 14:04 | atualizado em 01/03/2019 | 14:20

Neste domingo, 3 de março, a Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação Municipal de Cultura, em parceria com a Belotur, promove o Carnavalzinho 2019. A folia infantil é gratuita e acontece das 9h às 14h, no Parque Municipal Américo Renné Giannetti, no Centro de BH.


Voltado às famílias e crianças, o projeto pretende resgatar os carnavais infantis, com marchinhas, fantasias e oficinas. O evento contará com oficinas de temas alusivos ao Carnaval, além de cortejos com blocos. Para participar das atividades não é preciso fazer inscrição.


A partir das 9h acontecem as oficinas de pintura de rosto, brinquedos e brincadeiras e confecção de instrumentos. A intenção é preparar a criançada para os desfiles dos blocos. Às 10h30, o grupo Teatro Mobs fará uma intervenção com a campanha do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, contra o trabalho infantil e violência sexual contra crianças e adolescentes.


Na sequência, às 11h30, tem início a apresentação do bloco Chama que Vem, do Centro Cultural São Bernardo. Às 12h30, acontece a apresentação do bloco Kizomba, formados por meninas no Quilombo Manzo, que também puxará o cortejo final pelas alamedas do Parque Municipal.


“O Carnavalzinho foi criado especificamente para o público infantil, e se organiza atento às demandas e cuidados que os foliões mirins merecem. Neste domingo, estas crianças de diferentes regionais de Belo Horizonte vão se encontrar no Parque Municipal e experimentar a festa no Centro da cidade tomada pelo Carnaval” afirma Bárbara Bof, diretora de promoção dos direitos culturais: acesso, protagonismo e formação da Fundação Municipal de Cultura.


Oficinas no Lagoa n o Nado


Neste ano, crianças de todas as regiões de Belo Horizonte participaram de uma série de oficinas no Centro de Referência da Cultura Popular Lagoa do Nado e nos centros culturais da Fundação Municipal de Cultura durante todo o mês de fevereiro. As oficinas englobaram desde temas específicos do Carnaval como a confecção de adereços e fantasias e marchinhas, até temas gerais como sustentabilidade e cultura da infância. No dia do evento, estes pequenos foliões acompanhados de pais e responsáveis serão organizados em alas (direito de brincar, meio ambiente e cultura popular). O bloco percussivo vai animar a festa com as marchinhas relacionadas com as alas, fruto das oficinas realizadas em fevereiro.