Pular para o conteúdo principal

Mais de quarenta estudantes, sentados, assistem a exposição de homem.
Foto: Andrea Moreira/PBH

Estudantes da Rede Municipal de Educação atuam em projeto sobre sustentabilidade

12/06/2019 | 18:14 | atualizado em 12/06/2019 | 18:14

Estudantes da Escola Municipal Anne Frank, no bairro Confisco, participaram, no dia 5 de junho, do encerramento do Projeto SustentARTE. Coordenado pelo professor de Língua Portuguesa José Delfim Dias, o projeto foi criado com o objetivo de conscientizar os estudantes sobre as questões relativas ao meio ambiente em uma perspectiva mais local, além de promover a interdisciplinaridade nas disciplinas de Língua Portuguesa e Ciências.

 

“Diante de tanto descaso com o meio onde vivemos, muitas pessoas, jovens, adultos e idosos, têm adoecido, não só com a dengue, mas com outras doenças relacionadas ao lixo. Assim, fomos para as ruas do bairro tentar entender melhor como agem os cidadãos da nossa periferia”, explicou o professor José Delfim.

 

Desenvolvido no período de 6 de maio a 5 de junho, o projeto envolveu várias etapas e atividades, como leitura e discussão de textos em sala de aula, criação de frases sobre sustentabilidade e elaboração do QR CODE e criação de imagens e textos sobre meio ambiente no laboratório de informática. A proposta incluiu ainda uma campanha solidária com recolhimento de roupas e outros objetos para troca no Bazar Sustentare.

 

Também foi feito um registro com mais de 200 fotos de espaços da comunidade que resultou na exposição “O sujo x o limpo”. O encerramento do projeto contou ainda com apresentações culturais como a performance Batalha Final: Doença x Saúde, pelos estudantes do 7º ano.

 

 

Protagonismo e conscientização

O projeto permitiu aos estudantes protagonizarem as ações e avaliar a situação do local onde vivem.  O estudante Igor Evangelista, 13 anos, gostou dos seus resultados. “Aprendi que não podemos deixar água e nem lixo no meio ambiente porque pode causar doenças e até provocar a morte”, considerou.

 

Vitor Gabriel Costa, 12 anos, tirou muitas fotos de diferentes lugares no bairro, como a nascente e o pasto. “Fiquei impressionado com a quantidade de lixo que as pessoas jogam pelos cantos. Precisamos cuidar mais do ambiente”, afirmou. “As pessoas destroem muito o meio ambiente. É preciso fazer campanhas para conscientizar e acabar com o lixo nas ruas”, ressaltou o estudante Luiz Gustavo Machado, 13 anos.

 

Para o professor Delfim, o projeto foi um incentivo para que os próprios estudantes passem a agir de maneira mais prática na sua comunidade. “É preciso mostrar para as pessoas a importância de cuidar do meio ambiente. Limpando nossa região, estaremos educando a comunidade. É preciso cuidar do nosso planeta, pois não há mais espaço para tanto lixo. Precisamos, urgentemente, reutilizar e reaproveitar aquilo que em outros tempos já nos serviu e que, agora, servirá a outra pessoa. Portanto, SustentARTE: sustentabilidade e arte”, destacou.

 

A diretora da Escola Municipal Anne Frank, Mariana Carolina Carraro Chiodi,  ressaltou que a experiência foi  importante para os alunos. “Atualmente fala-se muito sobre sustentabilidade e nossos estudantes tiveram uma oportunidade bacana de vivenciar na prática esse conceito”, avaliou.

 

Já a diretora Regional de Educação Pampulha, Alessandra Luísa Teixeira, considerou que o projeto foi importante para incentivar o protagonismo dos estudantes. “As articulações entre aprendizagem e sustentabilidade são muito significativas para a Escola Municipal Anne Frank, tendo em vista seu título de escola transformadora”, considerou.

Últimas Notícias

Vista aérea do Parque Juscelino Kubistchek, durante o dia. Parque Juscelino Kubistchek vai receber obras para maior conforto dos visitantes
Mais conhecido como Praça JK, o parque terá sua quadra de futebol de areia, muito procurada pelas comunidades, completamente reformada. 
14/08/2019 | 21:09
Mais de trinta pessoas passeando no BH é da Gente - Savassi, durante o dia. Shows de jazz, bossa e samba são atrações do BH é da Gente de domingo, dia 18/8

BH é da Gente tem ‘boliche ecológico’, ação contra Leishmaniose e shows de jazz, bossa e samba, neste domingo, dia 18/8.

14/08/2019 | 21:02