Pular para o conteúdo principal

Quatro perfis humanos da contraluz, formando perfis negros em um quadrado negro.
Foto: Pablo Bernardo

Espetáculo de dança no Teatro Francisco Nunes tematiza a vida nas favelas

24/10/2019 | 20:59 | atualizado em 24/10/2019 | 20:59

O Teatro Francisco Nunes (avenida Afonso Pena, s/nº – Parque Municipal) recebe, nos dias 25 e 26 de outubro, sexta e sábado, às 20h, o espetáculo “Recado do Morro”, da Cia. Fusion. A apresentação de dança utiliza a linguagem das danças urbanas (elemento da cultura hip hop) para tematizar a vida nas grandes favelas brasileiras, rompendo e desafiando ideias a respeito do cotidiano periférico, em especial da juventude negra. Os ingressos podem ser adquiridos por R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia) na bilheteria do teatro e no site do Sympla

 

Nomeado a partir do conto de Guimarães Rosa, o espetáculo subverte a ideia de morro definida pelo autor nos anos 1950 e pensa no recado que daria um morro contemporâneo, urbano, populoso e fervilhante. A Companhia Fusion de Danças Urbanas se propôs, então, a ecoar a voz do morro de cima do palco. Com seis corpos negros e um indígena em cena, “Recado do Morro” apresenta uma realidade complexa que incorpora múltiplas posições ao construir o corpo como um lugar de poder e prazer, sugerindo vibrações, intensidade e uma alegria insuperável.

 

 

Cia. Fusion

A Cia. Fusion de Danças Urbanas surgiu em 2002, na periferia de Belo Horizonte, formada por amigos que gostavam de dançar. Aos poucos, o interesse por pesquisa e divulgação dos mais variados aspectos das danças urbanas cresceu o suficiente para sua profissionalização. Além de viver a cultura de rua, a companhia busca aproximá-la de conceitos variados e de outras artes, e mostrar o valor artístico que essa cultura possui. Com seus espetáculos, já passou por mais de 20 cidades de sete estados diferentes no Brasil e também por três cidades da França, tendo sida assistida por mais de 20 mil espectadores. Informações para o público pelo telefone (31) 3277-6325.