Pular para o conteúdo principal

Professor faz demonstração de judô com mulher, assistido por crianças.
Foto: Divulgação PBH

Escolas Municipais recebem Clínica de Judô na sexta

05/10/2017 | 19:16 | atualizado em 06/10/2017 | 21:06
Na sexta-feira, dia 6 de outubro, quatro escolas da Rede Municipal de Educação de Belo Horizonte receberão a Clínica de Judô, apresentada por atletas profissionais da Confederação Brasileira de Judô. As atividades nas escolas municipais antecedem o Desafio de Judô entre Brasil X Alemanha, que será realizado às 19h da próxima segunda-feira, dia 9 de outubro, no Minas Tênis Clube, e será assistido por mais de mil estudantes da Rede Municipal de Educação.
 
Confira as atividades agendadas para sexta, dia 6: 

 

Regional

Escola

Endereço

Horário

Pampulha

E. M. Dom Orione

Av. Expedicionário Benvindo Belém de Lima, 500 - Ouro Preto

8h

E. M. Maria de Magalhães Pinto

Rua Senador Virgílio Távara, 155 - Itatiaia

10h

Nordeste

E. M. Professora Eleonora Pieruccetti

Av. Bernardo de Vasconcelos, 288 - Cachoeirinha

13h

Noroeste

E. M. Nossa Senhora do Amparo

Rua Hespéria, 300 - Aparecida

15h

 

Visitas

As visitas tiveram início dia 4 de outubro e estão difundindo a história e filosofia da modalidade para um total de doze escolas municipais. A atividade conta com a participação de judocas profissionais e consiste em um bate-papo com os estudantes sobre o Judô e demonstração dos movimentos por dois judocas faixas pretas.

 

Para a gerente de Escola Integrada da Secretaria Municipal de Educação de Belo Horizonte (Smed), Lucilene Alencar, esses eventos ajudam a motivar a participação de crianças e jovens nas artes marciais e estimular o gosto pelo esporte. “Levar a Clínica de Judô para as escolas é mais uma oportunidade para ampliar o conhecimento dos estudantes em relação à modalidade, que já é parte da grade de atividades ofertada pelo Programa Escola Integrada. Doze escolas foram contempladas para receber a Clínica, mas as outras escolas também poderão levar os seus estudantes ao Desafio Brasil X Alemanha”, afirma Lucilene

 

Clínica de Judô

De acordo com o coordenador da atividade, Sandro Felício dos Santos, a intenção é aproximar e sensibilizar os jovens para essa modalidade esportiva, bem como incentivar a prática de esportes em geral. “A Clínica não é uma iniciação esportiva, é um pouco da história, da filosofia e dos princípios que regem o Judô, da importância de valores como disciplina, respeito, coragem. Sempre fazemos um paralelo entre os movimentos do Judô e a ação cotidiana. Por exemplo, depois do cumprimento, o primeiro movimento que se aprende no Judô é a queda. Então cair e levantar é um aprendizado importante e fundamental para qualquer pessoa fazer o seu caminho, seja no esporte ou na vida”, explica Sandro.

 

O momento propicia, também, a interação entre os profissionais e os que já se sentem atraídos pelo esporte. Na Escola Municipal Monsenhor João Rodrigues de Oliveira, no bairro São Geraldo, na Regional Leste, que recebeu a oficina no dia 4 de outubro, os alunos mostraram que a paixão pelo Judô pode começar bem cedo. “Foi uma tarde muito agradável e as crianças se mostraram empolgadas com o tema e dialogaram bastante com os profissionais da modalidade. Nossos pequenos judocas, da Escola Integrada, retribuíram a visita com demonstrações do que já aprenderam nas aulas de Judô da Escola Integrada, com o professor Almir Graciano”, comentou a diretora Patrícia Rocha de Noronha Mota.