Pular para o conteúdo principal

Crianças, alunas de escolas municipais, escolhem livros e lêem no Salão do Livro
Foto: Alberto Cunha/PBH

Dez mil estudantes municipais visitaram o Salão do Livro

21/08/2017 | 19:05 | atualizado em 25/08/2017 | 10:28

Na última semana, cerca de dez mil estudantes de escolas municipais visitaram o Salão do Livro Infantil e Juvenil de Minas Gerais, que aconteceu no Parque Municipal. Finalizado o evento, a experiência literária continua. As escolas que não conseguiram passear pelos estandes instalados no Parque poderão visitar as editoras por meio do Salão Virtual de Belo Horizonte; espaço criado pelos organizadores do Salão especialmente para a Rede Municipal de Educação. As escolas que quiserem aderir ao Salão Virtual devem se cadastrar neste link. Nesse ambiente, estudantes e seus professores poderão escolher obras para o acervo da biblioteca escolar.

 

Os livros presentes no catálogo virtual são os mesmos expostos durante o Salão. “O diferencial desse projeto é que a visita ao Salão – seja presencial ou virtual – é uma das etapas de aproximação do estudante do livro. Antes da visita presencial, os professores estiveram numa formação com SMED”, explicou Viviane Maia Trindade, da Coordenação de Rede de Bibliotecas da SMED.
 

As escolas que fizeram a visitação no Parque Municipal aderiram também ao projeto Trilhas da Leitura desenvolvido pela SMED. No projeto Trilhas da Leitura, propõe-se uma metodologia lúdica e um jogo que visa contribuir para a construção de uma bem-sucedida trajetória de leitores.

 

A entrada da Secretaria Municipal de Educação no Salão do Livro não somente qualificou a exposição, como foi, nas palavras de Rosana de Mont´Alverne Neto, presidente da Câmara Mineira do Livro, “fundamental para o sucesso dessa edição e para que o Salão do Livro não se transforme apenas em um evento pontual, mas tenha também continuidade no cotidiano.”