Pular para o conteúdo principal

Desfile da SLU é marcado por muita alegria e sentimento de reconhecimento
Foto:Divulgação/PBH

Desfile da SLU é marcado por muita alegria e sentimento de reconhecimento

07/03/2019 | 08:21 | atualizado em 11/03/2019 | 11:19

O desfile do bloco da SLU nesta quarta-feira, dia 6, pela manhã, na avenida Afonso Pena, contou com a participação de cerca de 600 garis, além de outros colaboradores da limpeza urbana e foi marcado pela alegria e pelo sentimento de reconhecimento da população pelo serviço feito por esses trabalhadores durante os quatro dias de Carnaval na cidade.

 

Durante todo o trajeto, a simpatia dos garis contagiava os populares que enalteciam os trabalhadores. Muitas crianças acompanharam o trajeto, vestidas de garizinhos e engrossando a plateia dos de fãs dos garis. Tiago Santos tem 30 anos e é a primeira vez que trabalha como gari durante o Carnaval. Para ele, o trabalho é pesado, mas representou um aprendizado importante. “Eu mesmo jogava lixo no chão porque não sabia o que isso representava de trabalho. Agora vou pensar duas vezes antes de fazer isso porque sei o quanto é difícil limpar a cidade”, disse.


Os pais de Pierre Arthur, de três anos, já eram fãs dos garis e ficam muito felizes do filho também ter esse sentimento. “Pra gente é uma honra porque nosso filho aprende desde cedo a valorizar as pessoas que fazem realmente coisas boas pra cidade”, disse a mãe do garoto.


Além da ala dos garis o desfile contou ainda com a ala de caminhões da SLU e com a participação da banda da Guarda Municipal e dos integrantes do bloco Besta é Tu. Já na concentração na Praça Sete de Setembro, no centro de Belo Horizonte, muitos se aproximavam querendo fazer foto e agradecer o trabalho dos garis.

 

O desfile seguiu até a porta da sede da Prefeitura onde a Corte Momesca ajudou a fazer a alegria dos garis que se empolgaram e mostraram que também têm samba no pé. Para a chefe do Departamento de Políticas Sociais e Mobilização da Prefeitura, responsável pela organização do evento, Ana Paula da Costa Assunção, o desfile foi um momento de dar o devido reconhecimento aos garis e mostrar para a cidade uma parte do efetivo que é movimentado para manter a cidade limpa durante os dias de folia. “Eles merecem esse reconhecimento e as pessoas a cada ano percebem melhor o trabalho que é feito. Isso nos ajuda a conscientizar para uma cidade cada vez mais limpa. É um carinho com eles e com a cidade”, finaliza.

 

Durante o Carnaval cerca de 1.300 garis atuaram antes, durante e depois de todos os desfiles para garantir que a cidade permanecesse limpa a maior parte do tempo. Só nesta terça-feira, dia 5, as equipes de limpeza urbana recolheram 282,28 toneladas de resíduos, o que correspondeu a 41.652 sacos de lixo. Os resíduos foram recolhidos em uma área de 4,73 km².


Desde o início do Carnaval, no dia 16 do mês passado, foram mais de 2,7 toneladas de resíduos retirados das ruas, além das 34,5 toneladas de materiais recicláveis. Deste total, cerca de 16 toneladas são de vidro. Todo esse material reciclável foi encaminhado para as cooperativas, o que representa mais renda para os catadores e menos resíduos nas ruas.

 


Últimas Notícias

Duas mulheres sentadas em barraca de vendas de artesanato Sagrada Família terá feira de artesanato e comidas a partir de domingo, dia 19

A feira faz parte do Programa Jornada Produtiva, que cria novas oportunidades de trabalho e renda e regulariza a situação de trabalhadores.

17/01/2020 | 17:58
Caçamba na margem da rua, durante o dia. Prefeitura intensifica fiscalização de caçambas em toda a cidade

A Lei 11.212/20 altera o Código de Posturas,determina apreensão do equipamento e aplicação imediata de multa à empresa ou à quem a contratou

17/01/2020 | 12:43