Pular para o conteúdo principal

Curso de Educação Ambiental
Divulgação: PBH

Curso de Educação Ambiental para a Limpeza Urbana oferece novas turmas

criado em 25/07/2022 - atualizado em 25/07/2022 | 16:34

Estão abertas as inscrições para o 3º Encontro Síncrono com Professores da Rede Municipal de Ensino previsto para o dia 3 de agosto, em dois grupos: das 9h30 às 11h e das 15h30 às 17h. A atividade integra o curso de Educação Ambiental para a Limpeza Urbana, parceria firmada entre a Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) e a Secretaria Municipal de Educação (Smed), por meio do Programa EcoEscola BH.

 

Os interessados em participar da capacitação devem se inscrever pelo site do Programa EcoEscola BH: www.ecoescolabh.com. As vagas são limitadas.

 

Neste módulo, o tema tratado será a Educação Ambiental para a Limpeza urbana, com discussão direcionada para o conceito, a importância e os efeitos dessa iniciativa para uma sociedade ambientalmente deseducada.

 

Na ocasião serão apresentadas e debatidas algumas ações de educação ambiental desenvolvidas pela SLU, que há muitos anos já reconhece a importância da participação qualificada da população em relação aos resíduos sólidos urbanos e, por isso, investe na sensibilização do cidadão com campanhas diárias de seu Departamento de Políticas Sociais e Mobilização. Serão contempladas a metodologia, os objetivos, os resultados e as ferramentas utilizadas para o desenvolvimento de resultados, com vistas a estimular a criação e a realização de projetos nessa área.

 

Nos módulos anteriores, em abril e maio deste ano, foram tratados os temas “Resíduos Sólidos – origem e impactos” e “Serviços de Limpeza Urbana”, complementados com a visita técnica à Central de Tratamento de Resíduos Macaúbas, localizada em Sabará, local para onde é destinado todo o lixo recolhido em Belo Horizonte.

 

Um dos objetivos da terceira fase do curso, em conjunto com a Smed, é construir com a comunidade escolar uma educação ambiental que contribua para além das práticas cotidianas do “não jogar o lixo no chão”, explica o chefe da Gerência de Educação para a Limpeza Urbana da SLU, Diogo Cesar Pereira. “Precisamos promover a compreensão da forte ligação entre impactos socioambientais e econômicos, relacionados aos resíduos sólidos, com os mecanismos que fundamentam uma sociedade voltada para o consumo”, destaca.